Grupo se reúne e pede energia solar para todos, promovendo manifestação em frente ao Congresso Nacional para aprovação de PL

Valdemar Medeiros
por
-
11-06-2021 11:34:07
em Energia Renovável
energia solar - manifestação - PL - congresso nacional Manifestação do movimento “Brasil, diga SIM” em apoio da energia solar e pela votação do projeto de lei da Geração Distribuída (PL 5.829/2019) em frente ao Congresso Nacional. Sérgio Lima/Poder360 08.06.2021

Manifestação de líderes do setor de energia solar em frente ao Congresso Nacional pede a aprovação da PL 5.829/2019 que, se aprovada, promete trazer diversos benefícios para os consumidores

Nesta quarta-feira (9), líderes do setor de energia solar e de energias renováveis se reuniram para uma manifestação em frente ao Congresso Nacional para pedir a aprovação do PL, que estende a cobrança de encargos e tarifas de uso dos sistemas de distribuição e transmissão aos mini e microgeradores de energia solar.

Leia também

Manifestação em frente ao Congresso Nacional gera conflitos

Manifestação pede energia solar para todos – 09/06/21

Os participantes da manifestação pressionam o Congresso Nacional para que o PL 5.829/2019 seja votado o mais rápido possível. Além da aprovação, a manifestação também tem como objetivo chamar atenção nas redes sociais com o slogan “Brasil, diga sim à energia solar”.

O texto do PL pede que os consumidores tenham autonomia para gerar sua própria energia renovável, sem receber nenhuma taxação extra, e também pede que seja regulamentado o sistema de compensação de energia para aqueles que optarem pela energia solar.

A manifestação em frente ao Congresso Nacional defende que a medida trará uma maior segurança jurídica e regulatória para o crescimento do setor de energia solar no Brasil.

Demora na votação do PL gera manifestações

A votação do PL de energia solar estava prevista para início de 2020, porém, foi adiada devido à pandemia causada pela Covid-19. A pauta retomou em dezembro, quando a grande parte dos deputados votaram para o fim do texto, porém, a proposta ainda não foi analisada pela Câmara dos deputados e a demora para a votação do PL incomoda a categoria.

No dia 2 de junho, alguns representantes de associações e entidades ligadas ao segmento de energia solar se reuniram com o ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência da República, Onyx Lorenzoni, para debater sobre o tema, em Brasília.

Entenda os benefícios do PL 5.829/2019 para os consumidores

De acordo com dados da ABSOLAR, a estimativa é que a aprovação da medida pode gerar cerca de 1 milhão de empregos até o ano de 2050 e economizar aproximadamente R$ 175 bilhões nas contas de luz dos consumidores.

O setor que esteve na manifestação defende que o PL 5.829/2019 é de suma importância para evitar o cenário de altas da energia elétrica, além de também evitar os riscos de apagões que podem surgir devido à escassez hídrica. Sem a lei, a responsável pelo gerenciamento de tributos e a decisão sobre o aumento da taxação de energias alternativas é a Aneel. A cobrança proposta pela empresa é de 62% do excedente.  

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.