MENU
Menu
Início Fabricante desenvolve primeira aeronave elétrica que pode ser montada em casa

Fabricante desenvolve primeira aeronave elétrica que pode ser montada em casa

14 de dezembro de 2022 às 14:44
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
Fabricante desenvolve primeira aeronave elétrica que pode ser montada em casa
Foto: Rotor X/Divulgação

A RotorX acaba de desenvolver uma aeronave elétrica que pode ser montada em casa. O drone gigante custará cerca de R$ 420 mil.

A RotorX está trazendo mais uma novidade para aqueles que gostam de “brinquedos” de luxo. Trata-se do modelo intitulado Dragon, que de acordo com a fabricante, parece uma espécie de drone gigante, mas é extremamente seguro e muito estável, não necessitando de uma licença de piloto. Compondo a categoria de aeronave elétrica de decolagem e pouso vertical (eVTOL), o drone gigante será comercializado de uma forma ainda não vista por este mercado. O comprador receberá um kit em casa com o veículo desmontado.

Rotor X Dragon é alimentado por baterias de lítio de 100V

Apresentação RotorX – Youtube

A fabricante da aeronave elétrica afirma que qualquer pessoa pode pilotar o modelo e promete oferecer tutoriais e aulas de voos particulares para aqueles que não estiverem dispostos a se arriscar a voar logo de cara.

Artigos recomendados

O drone gigante é resultado de uma parceria entre a RotorX, bastante conhecida por produzir helicópteros de 2 lugares, com a Advanced Tactics Inc, da Califórnia, que também atua no segmento de aeronaves.

A Aeronave elétrica é controlada por um joystick de 3 eixos e, de acordo com a fabricante, é o mais seguro e empolgante do seu setor. Com oito motores elétricos, o RotorX Dragon possui dois propulsores instalados em cada hélice e chassi feito de alumínio.

O veículo é alimentado por um sistema de baterias de lítio de 100V. A configuração de propulsão é excedente, desta forma, em caso de falha em um dos motores, por exemplo, os outros compensam a falta de potência.

Os recursos de segurança incluem um sistema de pouso e decolagem automático, trem de pouso reforçado e alerta de bateria fraca. Caso tudo falhe, o drone gigante aciona um paraquedas balístico para levar a aeronave até o solo.

Aeronave elétrica custará cerca de R$ 450 mil

O tempo de autonomia de voo não é algo exorbitante, tendo em vista que este segmento ainda é novo. Desta forma são 20 minutos em voo, já a velocidade máxima é de 101 km/h. Embora a empresa diga que a montagem do RotorX Dragon pode ser realizada em casa, quem não se sentir confiante pode buscar apoio profissional da Advanced Tactics.

O objetivo é abrir mais pontos de suporte nos EUA e introduzir outra versão do veículo com 2 lugares voltada para treinamentos. A empresa venderá as primeiras 100 unidades do drone gigante por US$ 85 mil, praticamente R$ 450 mil em conversão direta.

Logo depois, o valor subirá para US$ 99 mil, cerca de R$ 520 mil. As entregas estão previstas para começarem em setembro de 2023. No fim, o modelo é muito mais vantajoso do que investir milhões em um helicóptero de verdade, agora resta saber se essa novidade vai vingar.

Japão planeja lançar primeira moto voadora do mundo

Caso você tenha um pouco mais de R$ 4 milhões, pode comprar uma moto voadora híbrida. O modelo recebeu o nome de X-Turismo, a primeira moto híbrida voadora produzida em escala e pertence à japonesa Aerwins e estava em uma espécie de pré-venda desde o ano passado.

Agora, com sua apresentação no Detroit Auto Show em setembro deste ano, ela também pode ser adquirida nos EUA. Enquanto várias montadoras focam nos carros voadores, a japonesa preferiu voltar suas atenções aos veículos de duas rodas.

A montadora informou que já está desenvolvendo outro modelo que terá um custo mais acessível e será mais compacta, podendo custar cerca de US$ 50 mil, o equivalente a R$ 259 mil em conversão direta.

Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR