Após Ford, Chevrolet, Honda e Audi retirar ou diminuir produção de veículos no país, a multinacional Volkswagen anuncia R$ 7 bilhões de investimentos na América Latina

Flavia Marinho
por
-
08-11-2021 12:39:58
em Automotivo




Em um movimento contrário ao da Ford, a multinacional fabricante de veículos Volkswagen vai investir R$ 7 bilhões na América Latina.

Apesar dos desafios contínuos da pandemia coronavírus, da escassez global de semicondutores e a saída da Ford do Brasil, Volkswagen, a maior fabricante de veículos do mundo, espera reportar um resultado positivo em 2021 e anunciou, na últina sexta-feira, 05 de novembro, que vai investir 7 bilhões de reais (aproximadamente 1 bilhão de euros) nos próximos cinco anos na América Latina. Do montante divulgado, o Brasil deve receber a maior parte.

Leia também

O investimento massivo será destinado ao lançamento de uma nova família de carros, além de um processo de aceleração do desenvolvimento de modelos de negócios digitais e, especialmente, a expansão de pesquisas sobre biocombustíveis.

A montadora alemã vai renovar radicalmente seu portfólio de modelos com 20 novos veículos

A empresa alemã lançou uma ofensiva de produtos em 2017 para renovar radicalmente seu portfólio de modelos com 20 novos veículos da nova família de carros compactos adaptados às necessidades do mercado sul-americano que estrearão ao longo de quatro anos, a maioria deles fabricados nas fábricas da Volkswagen no Brasil. O primeiro modelo é o Polo Track, que será produzido na fábrica de Taubaté (Brasil) e é baseado na plataforma MQB.

“O alto nível de investimentos futuros em nossa região demonstra a grande importância do mercado latino-americano para a Volkswagen. Isso se baseia em três fatores fundamentais de sucesso: a excelente produtividade de nossas fábricas alcançada através de consenso com os sindicatos, o excelente desempenho de toda a equipe e nosso forte foco nos desejos dos clientes latino-americanos”, destacou o presidente e CEO da Volkswagen América Latina, Pablo di Si.

Volkswagen foca em digitalização e descarbonização

Ao mesmo tempo em que expande seu portfólio de produtos, a Volkswagen também está acelerando o ritmo de sua transformação para se tornar uma provedora de “mobilidade sustentável orientada a software” com investimentos adicionais na América Latina.

O objetivo do grupo é fortalecer ainda mais sua situação competitiva, focar na rentabilidade sustentada e dar um impulso à digitalização e descarbonização na América do Sul. Isso inclui um centro de pesquisa de biocombustíveis como uma tecnologia de ponta para este mercado, para complementar a ofensiva global de eletrificação da Volkswagen.

“A América Latina é um mercado importante para o futuro da Volkswagen. Nos últimos dois anos, alcançamos uma posição muito boa na região através de um programa de reestruturação muito consistente. Agora estamos impulsionando a implementação da nossa estratégia ACCELERATE com um grande programa de investimentos, fortalecendo nossa posição competitiva na região, e assim, nos preparando para uma rentabilidade sustentada”, disse Ralf Brandstätter, CEO da Volkswagen.

Nesse sentido, a Volkswagen está fazendo mais investimentos no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Biocombustíveis existente localizado na América Latina. Particularmente em regiões onde as viagens envolvem longas distâncias, onde as infraestruturas de carregamento não são generalizadas e onde os níveis de fornecimento de energia verde são baixos, os biocombustíveis com saldo positivo de dióxido de carbono (CO2) podem “construir uma ponte para a era elétrica”.

Sites Parceiros

Publicidade




Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.