MENU
Menu
Início Após fechar sede e privatizar refinarias na Bahia, a Petrobras volta a olhar com bons olhos para o Estado e promete injetar R$ 3,5 bilhões na perfuração de poços de petróleo para fomentar o emprego na região Nordeste brasileira

Após fechar sede e privatizar refinarias na Bahia, a Petrobras volta a olhar com bons olhos para o Estado e promete injetar R$ 3,5 bilhões na perfuração de poços de petróleo para fomentar o emprego na região Nordeste brasileira

9 de outubro de 2023 às 07:07
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
bahia - nordeste - emprego - petróleo - petrobras - refinaria
70 anos na Bahia / Imagem Petrobras

Petrobras que havia ‘desistido’ da Bahia, anuncia investimento bilionário e renova a esperança do petroleiros. Planejamento de perfuração de 35 poços de petróleo promete fomentar a geração de emprego no Nordeste

A Petrobras, gigante brasileira da indústria de petróleo, está intensificando seus investimentos na Bahia, prometendo contribuir para o crescimento econômico e social do Nordeste do Brasil. Com um compromisso renovado com a região, a estatal planeja injetar R$ 3,5 bilhões nos próximos anos e expandir suas operações no estado.

Essa notícia chega após o compromisso firme do presidente da empresa, Jean Paul Prates, de fortalecer a presença da Petrobras no Nordeste do Brasil. Esse investimento substancial incluirá a perfuração de 35 poços de petróleo e a inauguração de um polo da Universidade Petrobras na capital baiana, Salvador.

Artigos recomendados

Essa injeção de capital não apenas impulsionará a economia local, mas também promoverá a criação de empregos e o desenvolvimento de infraestrutura regional. Além disso, a Petrobras se compromete a intensificar pesquisas científicas locais, destacando o potencial da Bahia como um centro de inovação e desenvolvimento tecnológico na indústria de petróleo.

Bahia é um dos estados mais ricos em recursos naturais do Nordeste e tem uma longa história de contribuição para a produção de petróleo do Brasil. Os investimentos planejados abrem caminho para um futuro promissor, tanto para a Petrobras quanto para a região Nordeste.

Estatal vai perfurar 35 poços de petróleo

Além da perfuração de 35 poços, a Petrobras está diversificando seus investimentos na Bahia. A empresa planeja inaugurar o polo da Universidade Petrobras na Torre Pituba, em Salvador, no próximo dia 11 de outubro. Essa iniciativa não apenas fortalecerá a educação e o desenvolvimento de talentos locais, mas também ajudará a Petrobras a inovar em suas operações e tecnologias.

Outro aspecto importante é o compromisso da Petrobras com patrocínios culturais, sociais e ambientais na região. Essa abordagem holística demonstra a preocupação da empresa com o bem-estar das comunidades onde opera. Além disso, a manutenção da Gerência de Comunicação Digital em Salvador reflete a intenção da Petrobras de estar mais conectada com a sociedade baiana.

70 anos da Petrobras na estado e o seu legado no desenvolvimento do Nordeste

A Petrobras, ao completar 70 anos de existência, continua sendo uma peça fundamental no que se refere ao desenvolvimento do Brasil. O presidente Prates enfatizou o papel da empresa como protagonista de mudanças e transformações cruciais para o país.

Nesse sentido, a Petrobras reconhece a crescente demanda da sociedade por fontes de energia mais limpas e sustentáveis. O Nordeste do Brasil tem um grande potencial para energias renováveis, como a energia solar, eólica e de hidrogênio. A Petrobras está comprometida em liderar essa transição para uma matriz energética mais diversificada e ecologicamente responsável.

A história da Petrobras está intrinsecamente ligada à história da Bahia. O petróleo brasileiro jorrou pela primeira vez na década de 1930, no bairro do Lobato, a pouco mais de 6 km do local onde foi realizada a cerimônia de aniversário da empresa.

Essa conexão histórica não apenas destaca a importância da Bahia na indústria de petróleo, mas também reforça o compromisso da Petrobras em contribuir para o desenvolvimento socioeconômico da região. À medida que a empresa completa sete décadas, seu compromisso de longo prazo com a Bahia e o Nordeste permanece inabalável.

Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR