2020 – os investimentos em exploração e produção de óleo e gás serão os menores dos últimos 13 anos

petróleo, óleo e gás, investimentos petróleo, óleo e gás, investimentos

O ano de 2020 será lembrado como um ano difícil para a maior parte da população mundial, empresas e sobretudo o setor de óleo e gás. Devido a pandemia do coronavírus, a baixa na demanda de combustíveis e a guerra entre Arábia Saudita e Rússia na oferta da commoditie são os principais responsáveis na baixa dos preços e mínimos investimentos no segmento de exploração e produção de petróleo em todo o mundo.

Veja ainda outras notícias:

Em análise feita pela consultoria Rystad Energy diz que o Capex das empresas deverá ser o menor dos últimos 13 anos. A análise leva em conta um cenário de US$ 34 por barril neste ano e US$ 44 por barril no ano que vem.

A estimativa é de que os investimentos em exploração e produção deve cair até US$ 100 bilhões neste ano, totalizando cerca de US$ 450 bilhões.

Porém, se os preços do petróleo permanecerem na faixa atual, de US$ 25, os investimentos globais podem cair para US$ 380 bilhões em 2020 e para quase US$ 300 bilhões em 2021. Este resultado representará os menores valores dos últimos 14 e 15 anos, respectivamente.

A Rystad Energy acrescentou que os cortes de custos estimados seriam alcançados principalmente por menor atividade dentro do xisto dos EUA, atrasos nos projetos que ainda não haviam atingido o estágio de decisão final de investimento (FID), atividade de exploração diferida e cortes de custos no desenvolvimento e na produção de ativos convencionais.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos