MENU
Menu
Início SUV Híbrido com reconhecimento facial virá ao Brasil em breve e promete fazer 27 km/l de combustível

SUV Híbrido com reconhecimento facial virá ao Brasil em breve e promete fazer 27 km/l de combustível

15 de fevereiro de 2023 às 23:35
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
SUV Híbrido com reconhecimento facial virá ao Brasil em breve e promete fazer 27 km l de combustível
FNOTE: GWM/Divulgação

O SUV híbrido da GWM pode atingir uma aceleração de 0 a 100 quilômetros por hora em 4,8 segundos, para isso o motorista precisará desligar os sistemas de controle de estabilidade e tração do veículo

A Great Wall Motors (GWM) apresentou recentemente seu novíssimo Haval H6 GT, um veículo utilitário esportivo (SUV) híbrido originário da China e importado para o Brasil. Embora o preço ainda não tenha sido divulgado, a empresa está oferecendo a possibilidade de pré-reserva do SUV híbrido em troca de um depósito de R$ 9.000.

O Haval H6 GT é um SUV híbrido plug-in que possui um motor de combustão de 1,5 litro de capacidade e dois propulsores elétricos. Os motores são capazes de produzir 393 cavalos de potência e 76 kgfm de torque quando combinados. A caixa de câmbio automática é do tipo DHT.

Artigos recomendados

Os clientes que fizerem um depósito para a pré-reserva de um Haval H6 GT e depois decidirem que não querem mais comprar o veículo, depois de saberem o seu preço, terão o seu dinheiro reembolsado, conforme afirma a fabricante chinesa.

A tração integral permanente está incluída. De acordo com o GWM, o motor de combustão nunca pode funcionar de forma independente. Mesmo em velocidade de cruzeiro, quando a maioria dos veículos híbridos concentra seus esforços no motor de combustão para abastecer a bateria, ele continuará sendo assistido pelas unidades elétricas durante todo o trajeto.

O consumo combinado dos motores na cidade é de 27,4 quilômetros por litro. Na estrada, o SUV híbrido Haval atinge economia de combustível comparável à do Honda Civic, chegando a 25,2 quilômetros por litro. Segundo a fabricante chinesa, a bateria tem capacidade de 34 kWh, o que permite ao SUV rodar 170 quilômetros apenas com energia elétrica.

O modelo GT do Haval H6 pode ir de 0 a 100 quilômetros por hora em 4,8 segundos, mas o motorista precisará desabilitar os sistemas de controle de estabilidade e tração do veículo e usar o recurso de controle de lançamento para conseguir essa aceleração. Veja o carro em detalhes nesse vídeo:

O SUV híbrido Haval H6 GT leva cerca de 20 minutos para obter de 10% a 80% de carga ao usar equipamentos de carregamento rápido do tipo DC

O SUV híbrido tem dimensões de 4,72 metros de comprimento, 1,94 metro de largura, 1,72 metro de altura e uma distância entre eixos de 2,73 metros. Quando comparado ao Caoa Chery Tiggo 8 Pro Plug-in Hybrid, seu principal concorrente, o Haval H6 GT tem uma distância entre eixos 2 centímetros mais longa e 6 centímetros mais larga e mais baixa. Lembrando que o Haval acomoda confortavelmente cinco pessoas.

Além disso, o pacote de equipamentos do SUV híbrido da GWM traz painel de instrumentos digital, central multimídia compatível com Apple CarPlay e Android Auto, carregador de celular por indução, sistema de som premium JBL, teto solar panorâmico e acabamento de luxo.

O controle de cruzeiro adaptativo, um sistema de frenagem de emergência, auxílio ao tráfego cruzado e sensores de ponto cego são exemplos de tecnologias de assistência ao motorista. Além disso, o Haval integra uma câmera com a finalidade de realizar o reconhecimento facial do motorista. 

Essa câmera registra a posição do banco, o modo de condução, a temperatura do ar condicionado e outros aspectos de acordo com as preferências exclusivas de cada motorista. É possível registrar no máximo cinco rostos diferentes.

O mês de abril deste ano, 2023, deve ser a época em que as primeiras unidades do SUV híbrido serão entregues aos consumidores que fizeram as pré-reservas. De acordo com a GWM, a ausência de microchips semicondutores ou baterias não impede as operações comerciais. A montadora chinesa planeja trazer dez novos modelos para o mercado brasileiro nos próximos três anos, alguns dos quais baseados em designs locais. 

A GMW apostará em lojas pop-up, test-drives em shoppings e entrega de veículos na casa do cliente como formas de se diferenciar dos concorrentes.

Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR