Solstad Offshore ganha novos contratos no Brasil com a Queiroz Galvão e Equinor

normand-pioneer contrato equinor Brasil queiroz galvão
 

A Solstad Offshore da Noruega firmou um contrato com a Queiroz Galvão Exploração e Produção S.A. (QGEP) para uma de suas embarcações de apoio à construção. A empresa também assinou duas extensões para embarcações que trabalham no Brasil com a Equinor.

A Solstad Offshore disse na segunda-feira que a QGEP contratou a Normand Pioneer CSV para trabalhar no Brasil. O CSV de 19 anos recebeu um contrato firme de dois anos com duas opções anuais. O contrato terá início no primeiro trimestre de 2019 e apoiará a produção no Campo de Atlanta, na Bacia de Santos.

De acordo com a Solstad Offshore, a Normand Pioneer substituirá o AHTS Far Sagaris, que atualmente está trabalhando no campo. O contrato da embarcação expira no primeiro trimestre de 2019.

Vale a pena lembrar que a Solstad Offshore, sob o nome Solstad Farstad, assinou no início deste ano uma extensão com a TechnipFMC para um acordo estrutural que abrange o fornecimento de embarcações para operações de aragem e escavação. O acordo-quadro, válido até dezembro do ano que vem, também inclui o Normand Pioneer.

Extensão de Far Scotsman e Far Serenade

Além disso, a Solstad Offshore disse na segunda-feira que ganhou duas prorrogações de seis meses para o PSV Far Scotsman e Far Serenade, da gigante de petróleo norueguesa Equinor. Os navios continuarão apoiando as atividades da Equinor no Brasil. A prorrogação anterior para os dois navios foi de três meses, que deveriam terminar em dezembro de 2018. O Far Scotsman, construído em 2012, e Far Serenade, de oito anos, ganharam seu contrato inicial de seis meses em novembro de 2017.

Sobre Paulo Nogueira

Formado em Eletrotécnica e entusiasta do setor de tecnologia, já atuei em empresas do ramo de energia, óleo e gás em operações de completação, perfuração e produção em empresas em parceria com grandes empresas multinacionais do setor.