Início Shell e Cosan fazem investimento milionário em tecnologia de recarga de veículos elétricos visando acelerar o desenvolvimento da rede de eletropostos no Brasil através da Raízen

Shell e Cosan fazem investimento milionário em tecnologia de recarga de veículos elétricos visando acelerar o desenvolvimento da rede de eletropostos no Brasil através da Raízen

31 de janeiro de 2022 às 11:59
Compartilhe
Siga-nos no Google News
shell raízen cosan veículos elétricos eletroposto 1
Eletroposto da Shell nos EUA: Fonte: Shell

Além de dar suporte à rede de postos de recarga de veículos elétricos, o investimento anunciado de R$ 10 milhões pela joint venture tem o objetivo de oferecer outras soluções para o mercado de carros elétricos no Brasil

A aplicação desse recurso milionário da Raízen será na startup Tupinambá Energia, que desenvolve soluções em tecnologia de recarga de veículos elétricos. A empresa, agora parceira da Shell e da Cosan, foi criada em 2019 e hoje opera infraestruturas e sistemas de eletro-abastecimento de ponta a ponta, do aplicativo ao carro elétrico carregado.

Veja também:

A própria Raízen, que atua no setor sucroenergético, foi quem anunciou a participação na rodada de investimento da Tupinambá Energia. Esse processo fundraising contou também com a participação da empresa de investimentos Plataforma Capital.

O aplicativo da Tupinambá reúne mais de mil pontos de recarga de veículos elétricos mapeados pelo Brasil, facilitando a localização pelos usuários de carros elétricos e dos empreendimentos que oferecem o serviço.

Através do investimento de R$ 10 milhões, a Shell e a Cosan pretendem acelerarar o desenvolvimento da rede de recarga de veículso elétricos no país, além de poderem converter seu investimentos em participação societária da empresa.

Toda essa parceria será incluída no portfólio da Raízen em relação à mobilidade elétrica. Os serviços incluem ainda o fornecimento de energia renovável e soluções de abastecimento elétrico para frotas de empresas, além do desenvolvimento da rede de recarga rápida do programa Shell Recharge.

Além da recarga de veículos elétricos, estratégia da Raízen é para vendas de serviços e produtos em um só ambiente virtual

O investimento em parceria com a startup Tupinambá Energia faz parte do objetivo da Raízen de se tornar referência no atendimento one stop shop de soluções em energia de veículos elétricos. Ou seja, permitindo que o cliente adquira diversos produtos e serviços em um só lugar.

A Raízen investe em soluções para geração distribuída e comercialização de energia no mercado livre, eficiência energética, certificados de energia renovável e mobilidade elétrica.

Em 2018, a companhia criou um dos grandes hubs de negócios, chamado Pulse. Atualmente, o Pulse colabora diretamente com o desenvolvimento de mais de 50 startups associadas. Assim, mais de 70 projetos-piloto foram testados dentro da Raízen.

Outro projeto que tem a ver com infraestrutura urbana de recarga de carro elétrico veio da Movida. A empresa de aluguel de carros anunciou em dezembro de 2021 a inauguração de sua primeira loja conceito para mobilidade elétrica, localizada na Marginal Tietê, em São Paulo.

No local, são 10 pontos de recarga de veículos elétricos standard da Zletric, que podem carregar até 25 veículos por dia. Além de um carregador ultrarrápido da Nissan, que possibilita a carga completa em apenas 40 minutos.

Números de postos de recarga de veículos elétricos vão aumentar com investimento da Raízen?

O mercado de veículos elétricos no Brasil tem crescido a cada ano. Em 2021, de acordo com a Associação Brasileira de Veículo Elétrico (ABVE), foram comercializados 34.990 carros eletrificados aqui no país.

Esse número representa um crescimento de cerca de 77% em vendas, se comparado ao ano anterior. E foi muito superior às projeções da ABVE, que seriam de cerca de 29 mil carros elétricos.

A expectativa para 2022 é repetir o crescimento alcançado em 2021. A ABVE projeta um crescimento mínimo de 50% nas vendas de veículos elétricos.

Os postos de recarga de veículos elétricos da Shell devem se espalhar pelo Brasil com os investimentos e parcerias anunciados, porém ainda não há datas divulgadas. Segundo a ABVE, o número de eletropostos pulou de 500 em 2020 para 850 em 2021, e a previsão é que esse número aumente pelo menos 50% em 2022.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes