RJ vai fechar no azul graças a dinheiro da cessão onerosa, diz governador

Wilson Witzel diz que RJ precisa do dinheiro do petróleo

As contas do Estado do RJ só fecharão este ano decido aos recursos do megaleilão do petróleo da cessão onerosa, disse Wilson Witzel.

Depois que a bancada de líderes do RJ conseguiu aprovar no senado um acordo que aumentou o valor a ser recebido pelo estado do Rio de janeiro referente aos valores do megaleilão de petróleo da cessão onerosa, governador, Wilson Witzel, declarou hoje (11/09) que o Estado vai fechar as contas deste ano “no azul”. SP e RS também querem aumentar suas participações !
A previsão se dá devido ao aumento de R$ 326 milhões para R$ 2,5 bilhões do valor que o estado do RJ receberá com a entrada de recursos do megaleilão da cessão onerosa.

Witzel, deu a declaração, logo após sair de palestra dada ao Exame Fórum, na capital paulista. “A cessão onerosa é o que vai dar o azul” e “O que entrar a mais a gente começa o ano bem”, foram as palavras do governador do RJ.

Durante a palestra, o governador disse a empresários paulistas que com muito trabalho está solucionando o problema econômico do Rio de Janeiro.
“Eu vou entregar o Estado este ano já no azul em relação ao que começamos. Conseguimos os R$ 13 bilhões e ano que vem novamente o déficit será de R$ 10 bilhões. Assim nós vamos até 2022 no nosso planejamento de recuperação fiscal do Estado”, afirmou ele.

Os quatro anos de mandato do governador do RJ será de uma luta que o próprio disse não ser econômica, mas sim jurídica e burocrática, pois os problemas do estado precisam, para serem resolvidos, de articulação do governo federal de Jair Bolsonaro.
Para Witzel, o RJ precisa de que o governo exerça sua liderança e faça a simplificação das leis administrativas e ambientais no país.

Em 2017 o governo federal lançou o plano de socorro e o Rio de Janeiro foi o único estado que conseguiu aderir ao programa, a previsão é que o mesmo vá até o ano de 2020.

Leia também ! A Petrobras deve ser ou não privatizada ?

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Click Petróleo e Gás.

Renato Oliveira

Sobre Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki)