Início Projeto do governo, Tarifa social, disponibilizará desconto na conta de luz

Projeto do governo, Tarifa social, disponibilizará desconto na conta de luz

11 de maio de 2022 às 22:38
Compartilhe
Siga-nos no Google News
conta de luz, tarifa, desconto
Fonte: Adobe Stock




A Tarifa Social proporciona desconto na conta de luz para as pessoas de baixa renda que se cadastrarem no programa

A conta de luz tem se destacado como sendo uma das faturas mais caras do Brasil. Mas, para aliviar o preço elevado da conta de luz, a Equatorial Energia desenvolveu um projeto, a tarifa social, que se encontra com inscrições abertas, para auxiliar a população de baixa renda com desconto na conta de luz.

Assim, o E+ Comunidade, programa que ajuda os cidadãos a conseguirem benefícios diversos do governo, vai auxiliar às pessoas de alguns municípios do estado do Pará a adentrarem na tarifa social, que concede aos indivíduos de baixa renda um desconto de até 65% na conta de luz. Outrossim, o novo projeto da tarifa social também proporciona à população dicas de como diminuir o consumo de energia e possibilita outros serviços como troca de lâmpada, poda de árvore, negociação de dívidas e outros.

Artigos recomendados

Pessoas aptas à inscrição na Tarifa Social

De acordo com o site noticiasconcursos.com.br, para ser contemplado com a tarifa social, que proporciona desconto na conta de luz, os cidadãos que tiverem interesse devem estar dentro dos seguintes requisitos: Ser idoso com 65 anos ou mais; Ter renda familiar mensal por pessoa igual ou inferior a meio salário mínimo; Ter renda bruta mensal de até 3 salários mínimos, tendo um componente familiar portador de doença ou com deficiência grave que necessite de uso permanente de aparelho elétrico; Ser deficiente que tenha o Benefício de Prestação Continuada; Ter família inscrita no CadÚnico do governo;

Seja qual for a forma de ingresso na tarifa social, vale destacar que o desconto que a tarifa social concede varia de 10% a 65%. Os descontos são estabelecidos de acordo com a quantidade de quilowatts/hora consumidos pela residência no mês de referência. O objetivo da tarifa social é atender cerca de 88 mil famílias paraenses, proporcionando à esses indivíduos descontos na conta de luz.

Cidades que ainda não fizeram as inscrições mas podem conseguir o desconto:

  • Marituba;
  • Santa Izabel;
  • Cametá;
  • Itaituba.

Bandeiras na conta de luz elétrica

As bandeiras da conta de luz são postas nas conta de luz de acordo com o cenário em que se encontra o país ou a região da conta de luz, além da demanda do consumo de energia dos cidadãos.

A seguir tem-se uma lista do modo que funciona a cobrança na conta de luz para cada tipo de bandeira:
Bandeira verde: é imposta quando há condições favoráveis de energia, não há nenhum tipo de acréscimo; Bandeira Amarela: aderida em condições menos favoráveis de geração de energia, acréscimo de R$ 1,874 por 100 kWh consumidos; Vermelha: quando acontece a ligação das térmicas, ou seja, condições mais custosas para a geração de energia, acréscimo fixo de R$ 3,971 e outro de R$ 9,492 por cada 100 kWh consumidos; Escassez Hídrica: a mais cara do sistema, aderida em condições extremas, acréscimo de R$ 14,20 por cada 100 kWh consumidos.

Documentos necessários para a inscrição na Tarifa Social

Para se inscrever no benefício da tarifa social, basta possuir e informar o número da conta contrato da Neoenergia e o NIS – Número de Identificação Social. O departamento correspondente fará a validação das informações no banco de dados do Governo Federal. Após o processo de confirmação de dados, o prazo para o cidadão ser incluído na tarifa social é de cinco dias úteis e ele passa a ter o benefício a partir da próxima fatura.
Para o indivíduo que possuir o benefício e, por acaso, não é o titular da conta de luz, é necessário que haja a inclusão do CPF e do RG do portador do NIS. Neste caso em específico a sequência necessária seria fotografar a documentação descrita acima e enviar pelo WhatsApp, juntamente com o número do NIS.


Relacionados
Mais recentes