Projeto do Governo federal quer dar auxílio em dinheiro para compra do gás de cozinha a cada dois meses

Valdemar Medeiros
por
-
29-04-2021 18:01:11
em Economia, Negócios e Política
Governo federal - auxilio -gás de cozinha Distribuidora de Gás de cozinha – GNL/Fonte: Reprodução Google/Foto: Luiz Ferraz

Novo projeto do Governo Federal, voltado para pessoas de baixa renda, propõe auxílio para compra do gás de cozinha que pode variar para cada região do Brasil.

O Governo Federal está trabalhando na criação de um projeto que dará auxílio, em dinheiro, para possibilitar compra do gás de cozinha pela população. O projeto propõe que as pessoas de baixa renda possam ter o auxílio, pelo menos, de dois em dois meses.

Leia também

Senador destaca benefícios do novo auxilio de gás de cozinha

Segundo o Senador Paulo Paim (PT-RS), autor da proposta, as pessoas necessitam desse auxílio, tendo em vista a atual crise econômica e o recente aumento do gás de cozinha. O senador afirma também que a ideia é que o projeto ajude as famílias a utilizarem o Auxílio Emergencial do Governo Federal somente para comprar alimentação e produtos básicos e usem esse novo auxílio somente para o gás de cozinha.

O valor do auxílio do Governo Federal pode variar para cada região, tendo em vista que o valor do gás de cozinha não é igual nas diferentes unidades da federação e isto seria um grande obstáculo, já que seria necessário mudar o valor do auxílio assim que os valores do gás de cozinha sofressem qualquer alteração.

De acordo com Paim, a ideia é pagar apenas um valor que seja baseado nas definições de preços da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biodegradáveis (ANP). A ANP define os valores do gás mensalmente, então através disso o Senador quer encontrar a definição para o valor do novo auxílio do Governo Federal.

Quem poderá receber o novo auxilio do Governo Federal?

O projeto do senador Paim foca nas pessoas mais humildes, sendo assim, o auxílio do gás de cozinha seria voltado para aqueles que estão em situação de baixa renda. Para receber, seria necessário estar dentro do Cadastro Único.

Esta é a mesma lista que define quem está dentro ou fora do Bolsa família, por isso é sempre alertada por especialistas a importância de estar dentro do Cadúnico. Grande parte dos projetos do Governo Federal usam essa lista como base para saber quem poderá ou não receber qualquer tipo de beneficio ou auxílio.

Segundo Paim, as pessoas que receberão devem ter uma renda per capita inferior a meio salário mínimo, tomando como base o número do Governo Federal, que atualmente é de R$ 550.

Previsão para o auxílio do gás de cozinha

Ainda não há uma previsão para a chegada do projeto. Oficialmente, o texto está em tramitação no Senado, porém ainda não está marcada a data em que os parlamentares começarão a discussão do mesmo.

Por fim, o Governo Federal não comentou sobre o assunto, entretanto há uma grande chance que essa ideia não seja aprovada, tendo em vista que o Planalto está evitando ao máximo novos gastos no momento atual. E, segundo o próprio Senador, os auxílios iriam gerar mais gastos públicos.

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.