Prática Engenharia ganha obras de Furnas em Campos dos Goytacazes

Obras Furnas Campos dos Goytacazes Pratica Engenharia

Prática Engenharia ganha licitação para obras em subestações de Furnas no norte fluminense. O valor do contrato foi estimado na ordem de R$ 60 milhões com duração de quase 4 anos de contrato

A concorrência para as obras em subestações de Furnas conquistada pela empresa Prática Engenharia, é para a implantação em regime Turn Key (EPC), de um banco de autotransformadores monofásicos AT03 345/138-13,8 kV e demais equipamentos associados ao seu vão da Subestação (SE) de Campos 19R.

O acordo vale também para as subestações localizadas no Município de Campos dos Goytacazes, no norte fluminense, onde serão feitas adequação do setor de 138kV de barra principal e a transferência para barra dupla a quatro chaves e instalação de proteção diferencial do tipo adaptativa no setor de 138 kV da Campos 20R.

Será implementado um novo banco de transformadores trifásicos de 225 MVA em 345KV na subestação 19R. A subestação 20R será construída ao lado da 19R  proporcionando uma maior flexibilidade de manobras e aumento da segurança na alimentação dos consumidores daquela região.

A obra está estimada para ser concluída em 44 meses, no entanto, a Prática está desenvolvendo o projeto com a condição de redução deste prazo para 6 meses.  A prática Engenharia terá a responsabilidade de gerenciar todo o contrato além de implantar uma metodologia de realização da obra que permitirá, além da redução do prazo acima, menores interrupções no fornecimento de energia e maior segurança na realização do empreendimento.

O Presidente da Prática Engenharia, Sérgio Murilo Nascimento Mota,  informa que vários desafios estão sendo empregados para a equipe da Prática. Segundo ele, o principal é a urgência da obra devido a necessidade estratégica de Furnas de diminuir a fragilidade do sistema diante de um novo panorama estabelecido com a ANEEL. O outro desafio seria a ampliação da subestação 19R energizada, e produzindo os menores intervalos de desligamentos anteriormente programados.

Com o objetivo de aumentar a receita operacional de Furnas, também se coloca a antecipação do prazo de entrega com a antecipação de sua entrada em operação e o correspondente retorno para Furnas.

“ A Prática está preparada para o esforço de atender o nosso País com uma infraestrutura capaz de suportar o seu crescimento, e para isso além dos mercados de Energia, Saneamento e Habitação está dedicada a ampliar sua atuação no mercado de óleo & gás.”, informou Sérgio Murilo.

Furnas anunciou nesta segunda-feira, 1 de julho, a construção de suas primeiras usinas solares para sustento elétrico.

Flavia Marinho

About Flavia Marinho

Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e experiente na indústria de construção naval. OBS: Não contratamos, então não envie currículos! Informações sobre empregabilidade apenas no site.