Petrobras assina contrato para venda de empresas de energia elétrica no Norte e no Nordeste

Roberta Souza
por
-
31-07-2021 18:39:23
em Economia, Negócios e Política
Petrobras – onshore – Rio Grande do Norte Fachada da Petrobras/ Fonte: G1

A Petrobras vendeu suas participações nas companhias de energia elétrica para a Global Participações, 20% na Termelétrica Potiguar e 40% na Companhia Energética Manauara

A Petrobras informou em comunicado ao mercado na quinta-feira, 29 de julho, que assinou contratos para a venda de suas participações de 20% na Termelétrica Potiguar e de 40% na Companhia Energética Manauara para a Global Participações Energia, por meio das subsidiárias GFT Participações e GFM Participações, respectivamente. Veja ainda: Petrobras assina contrato para venda de fatia da Gaspetro à Compass, por R$ 2,03 bilhões

A venda das participações nas companhias de energia elétrica

O valor total das transações é de R$ 160,3 milhões, sendo R$ 81,3 milhões pela TEP e R$ 79 milhões pela CEM, a serem pagos no fechamento das transações, sujeitos aos ajustes previstos nos contratos. Essa operação está alinhada à estratégia de otimização do portfólio e à melhora de alocação do capital da Petrobras, visando à maximização de valor.

No comunicado, a Petrobras ressalta que tais operações estão sujeitas ao cumprimento de condições precedentes, tais como a aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE). A presente divulgação ao mercado está de acordo com normas internas da Petrobras e com o regime especial de desinvestimento de ativos pelas sociedades de economia mista federais, previsto no Decreto 9.188/2017.

Sobre a empresa que comprou os ativos de energia elétrica da Petrobras

A TEP é uma holding controlada pela GPE, dona de 80% do capital, e possui participações societárias diretas nas empresas Areia Energia e Água Limpa Energia, proprietárias de pequenas centrais hidrelétricas, localizadas em Tocantins, com capacidades instaladas de 11,4 MW e 14,0 MW, respectivamente.

A GPE (Global Participações Energia), atua desde 2001 no segmento de geração de energia elétrica, controlando sete usinas nos Estados do Rio Grande do Norte, Amazonas, Tocantins e Bahia. A GPE assinou recentemente com a Petrobras contrato para compra de mais três usinas termelétricas, localizadas no Polo Industrial de Camaçari, na Bahia.

Confira ainda: Em Macaé, Petrobras anuncia que irá investir R$ 24 milhões no Porto de Imbetiba até 2022

Na quinta-feira (29/07), a Petrobras anunciou que irá realizar investimentos de R$ 24 milhões no Porto de Imbetiba, na cidade de Macaé, no estado do Rio de Janeiro. A maior petroleira do Brasil ainda diz que tal valor a ser investido no porto será destinado à modernização e renovação da infraestrutura. A Petrobras ainda realizou contratação e mobilização de equipamentos de grande porte para atender a esses projetos

Essa injeção de recursos visa incrementar o atendimento logístico do Porto de Imbetiba para dar suporte à rotina e aos projetos de ancoragem de plataformas da Petrobras. Estes investimentos geram retorno para a sociedade através da geração de empregos, incentivo às atividades de outras empresas e consequente arrecadação de impostos. Uma das instalações portuárias próprias da Petrobras, o Porto de Imbetiba, na cidade de Macaé, dispõe de três píeres e seis berços e, atualmente, realiza em torno de 115 atracações por mês. No pós-pandemia, esse número deve chegar a 150 atracações/mês.

Com objetivo de atender aos projetos submarinos, o porto passa a utilizar três guindastes de grande porte – um com capacidade de movimentar 120 toneladas em um raio de 25 metros e dois que movimentam 30 toneladas em um raio de 35 metros. De acordo com José Alves, gerente de Operações Portuárias de Macaé, ressalta a relevância da atividade para a Petrobras.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos
fwefwefwefwefwe