Menu
Início Parceria da Compagas e Scania contempla Paraná com ônibus completamente movido a GNV para operar em linha do transporte coletivo de Curitiba 

Parceria da Compagas e Scania contempla Paraná com ônibus completamente movido a GNV para operar em linha do transporte coletivo de Curitiba 

3 de março de 2023 às 11:34
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
Parceria da Compagas e Scania contempla Paraná com ônibus completamente movido a GNV para operar em linha do transporte coletivo de Curitiba 
Apresentação do novo ônibus movido a Biometano/GNV Veículo lançado pela Scania tem baixo nível de ruído e emissões de gases conforme o padrão Euro 6, o mais recente adotado na União Europeia. com a presença do governador do Paraná Carlos Massa Ratinho Junior,Rafael Lamastra Jr, diretor-presidente da Compagas (Companhia Paranaense de Gás), Eduardo Pimentel, secretário de Cidades e Gilson Santos, da Agência de Assuntos Metropolitanos do Paraná (Amep).

Governo do Paraná realiza parceria com Compagas e Scania para utilizar ônibus movido a GNV no transporte coletivo urbano da região metropolitana de Curitiba.

O governo do Paraná, em parceria com a Compagas e Scania, planeja implementar a partir desta sexta-feira (3), um ônibus movido a GNV no transporte coletivo urbano da região metropolitana de Curitiba. O veículo está em fase de teste de um mês e tem como objetivo certificar os indicadores de eficiência e reduzir as emissões de gases poluentes.

Ônibus movido a GNV da Compagas e Scania conta com 280 cavalos

O modelo utilizado pelo governo do Paraná integrará a frota da Viação São José e fará a linha São José/Guadalupe, com trajeto diário de mais de 280 km entre São José dos Pinhais e Curitiba. Após os testes iniciais, a ideia é que o ônibus movido a GNV da Scania e Compagas rode por mais 30 dias em uma linha municipal. A Scania é a montadora por trás do Padron K 280, com 13,2 metros de comprimento e capacidade para 86 passageiros. 

Artigos recomendados

O veículo conta com 280 cavalos de potência, com um motor Ciclo Otto. O modelo não é convertido do diesel para o gás, mas pode atuar tranquilamente com o GNV, biometano ou com ambos os combustíveis. Para a fase de teste, foram instalados no ônibus oito cilindros de gás na lateral dianteira com uma autonomia de 300 km.

A Scania afirma que é possível avaliar a colocação de mais cilindros caso o cliente opte por uma autonomia maior. A iniciativa é realizada pela Compagas, em parceria com a Agência de Assuntos Metropolitanas do Paraná (AMEP) e com o Governo do Paraná.

Carlos Massa Ratinho Junior, governador do estado, destacou que o objetivo é ampliar a frota de veículos do transporte público com ônibus que utilizem o gás natural no futuro, se a ação apresentar resultados positivos.

Ônibus movido a GNV da Scania não deve passar por alterações significativas

Segundo o governador, com os testes sendo aprovados, o objetivo é ajudar os municípios do Paraná a expandirem sua frota movida a gás natural, para que o custo operacional fique menor, visto que o diesel no dia a dia acaba sendo caro para o transporte público.

Para tornar o ônibus movido a GNV viável, a Compagas afirmou que não serão necessárias alterações importantes nos projetos das carrocerias. As instalações dos cilindros de gás podem ser realizadas entre as longarinas do Chassi ou sobre o teto. Caso seja necessária uma autonomia maior, é possível estudar a colocação de mais cilindros.

O veículo conta com três válvulas que liberam o gás em caso de anomalia em um destes três quesitos. Já os cilindros, a Scania garantiu que são robustos, feito com material de ogivas de mísseis. Ambos os equipamentos são certificados pelo Inmetro.

Já em caso de incêndio ou batida, a empresa afirmou que o gás é liberado para a atmosfera e se dissolve sem perigo de explosão. Modelos parecidos abastecidos a diesel são mais perigosos, pois o líquido fica no chão ou pode se espalhar ao longo da carroceria.

Modelo da Compagas e Scania foca na sustentabilidade

Já em relação ao meio ambiente,os veículos movidos a gás emitem menos poluentes se comparados aos de diesel. A distribuidora informou, em nota, que o índice pode chegar a até 20% menores de CO2. A redução de óxido de nitrogênio (NOx) é de quase 90% e a de material particulados chega a 85%.

Segundo o CEO da Compagas, Rafael Lamastra Jr, o projeto coloca o Paraná em um movimento de destaque em sustentabilidade e mobilidade urbana. Ele salientou que o gás natural é reconhecido como uma energia verde e colabora para a transição energética.


Você quer receber apenas notícias e vagas de emprego do seu interesse? A solução chegou através do app CPG VAGAS E NOTÍCIAS! Se você é pintor, vai receber no seu celular apenas oportunidades neste cargo. E será assim com pedreiro, técnico, engenheiro e etc..... Não perca nada do que acontece no mercado de trabalho e econômico do Brasil, baixe agora o app CPG VAGAS E NOTÍCIAS, disponível para Android e IOS!

APP CPG VAGAS E NOTÍCIAS

Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR
BANNER POPUP CPG VAGAS E NOTICIAS 2 Fechar