MENU
Menu
Início Paraná pode perder território para Santa Catarina? Recálculo de divisas pode fazer território dos estados mudar

Paraná pode perder território para Santa Catarina? Recálculo de divisas pode fazer território dos estados mudar

11 de junho de 2024 às 22:40
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
Santa Catarina, Paraná, estados
Foto: reprodução Rádio Colmeia FM

Inconsistências em marcos de delimitação territorial entre Paraná e Santa Catarina podem resultar em uma mudança significativa nas fronteiras estaduais

O Instituto Água e Terra (IAT) do Paraná, através de sua Diretoria de Gestão Territorial (Diget), revelou inconsistências nos marcos físicos que delimitam a fronteira entre os estados do Paraná e Santa Catarina. Segundo o IAT, Santa Catarina pode ganhar uma área estimada em 490 hectares devido a esses erros de demarcação, de acordo com o site O município Blumenau.

Pedido de recálculo da divisa dos estados por morador

O processo de revisão foi desencadeado por uma reclamação de um morador que possui um imóvel entre os municípios de Guaratuba (PR) e Garuva (SC). Após receber uma multa ambiental do Paraná, o proprietário procurou a Diget para esclarecer em qual estado realmente se encontrava sua propriedade.

Artigos recomendados

“O problema principal era que nossos registros indicavam que parte da casa dele estava em uma área de proteção ambiental em Guaratuba, resultando na multa. Porém, ao verificarmos no local, constatamos que o imóvel está completamente em Santa Catarina”, explicou o engenheiro florestal da Diget, Amauri Simão Pampuch.

Foto: reprodução google imagens

Causas do erro de demarcação entre as divisas de Paraná e Santa Catarina

Segundo Pampuch, a imprecisão na divisa entre os estados provavelmente ocorreu devido a um erro durante a medição inicial, realizada na década de 1990. Ele destacou que esses mapeamentos são feitos utilizando fotografias aéreas, seguidas por interpretações fotográficas e levantamentos de campo para criar mapas topográficos com as divisas estaduais. No entanto, essas delimitações nesta região específica foram consideradas equivocadas.

Procedimentos para oficialização

Apesar da verificação da nova delimitação territorial, Santa Catarina ainda não ganhou oficialmente os 490 hectares. A Diget planeja enviar um relatório detalhado para a Secretaria de Planejamento de Santa Catarina, informando sobre o recálculo e solicitando a concordância do governo catarinense com os novos limites.

Após a aprovação de Santa Catarina, o próximo passo será enviar a documentação revisada ao Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para atualização oficial das marcações de divisas entre os estados.

Impactos e reações

Até o momento, a Secretaria de Comunicação de Santa Catarina não se manifestou oficialmente sobre o possível aumento de território. A reportagem tentou contato, mas não obteve resposta até a publicação desta matéria.

Se confirmado, o recálculo pode ter implicações significativas para ambos os estados, afetando desde questões ambientais até a administração de recursos e políticas públicas locais.

Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos comentários
Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR
0
Adoraríamos sua opnião sobre esse assunto, comente!x