Pá eólica gigante de 80 metros fabricada pela Aeris Energy para a Nordex — uma das maiores fabricantes de turbinas eólicas do mundo – embarca no Porto do Pecém rumo a Europa

Flavia Marinho
por
-
15-05-2021 09:26:05
em Indústria e Construção Civil
pás - eólicas - turbinas - hélices - Nordex - Vestas - Aeris Energy - Pecém Pá eólica gigante de 80 metros fabricada pela Aeris Energy para a Nordex Fonte: Complexo Pecém

O Complexo portuário do Pecém, no Ceará, comemora o recorde de embarque de uma pá eólica gigante de 80,1 metros para a alemã Nordex — uma das maiores fabricantes de turbinas de energia eólica do mundo!

É impressionante o tamanho da pá eólica (ou hélices) fabricada pela Aeris Energy para a alemã Nordex — uma das maiores fabricantes de turbinas de energia eólica do mundo! O embarque da primeira unidade desse gigante — a maior pá eólica já produzida no hemisfério sul – contou com uma operação especializada. Os mais de 80 metros de comprimento exigiram o envolvimento de diversos profissionais, desde a fabricação até o transporte para o Porto do Pecém, no Ceará.

Leia também

O recorde de embarque da pá eólica (ou hélices) gigante de 80,1 metros para a alemã Nordex é comemorado pelo Complexo portuário do Pecém, no Ceará, como o maior da história do Porto!

“Dessa vez, nos superamos, batemos nosso próprio recorde nesta terça-feira (11) ao embarcarmos uma pá eólica de incríveis 80,1 metros! Uma gigante da Nordex produzida na Área Industrial do Complexo do Pecém e embarcada no berço 7 do terminal portuário do Pecém, após uma bem sucedida operação de teste realizada em conjunto pelas nossas prestadoras de serviços operacionais Tecer e Unilink. Só pra você ter ideia…essa gigante tem mais do que o dobro das outras pás (34,57m cada) embarcadas no navio Trinitas, que já está a caminho da Europa, onde a pá de 80,1 metros passará por verificações técnicas”, comemora o Complexo do Pecém, em sua rede social LinkedIn.

Créditos: Complexo do Pecém

A pá eólica (ou hélices) tem mais do que o dobro das outras pás (34,57m cada) embarcadas no navio Trinitas, e já está a caminho da Europa, onde a pá passará por verificações técnicas, segundo informa a empresa administradora do complexo.

A pá foi produzida pela Aeris Energy – empresa pioneira no processo de fabricação desse modelo de pá, atualmente instalada na área industrial do Complexo do Pecém, sob encomenda da alemã Nordex, considerada uma das maiores fabricantes de turbinas de energia eólica do mundo.

A operação envolveu profissionais de algumas das empresas que operam no Pecém, desde a fabricante das pás, até as empresas transportadoras. Um desafio que exigiu muita dedicação de toda a equipe, afinal, o porto nunca havía embarcado uma pá eólica com essas dimensões.

Hoje as pás produzidas pela Aeris Energy são exportadas, mas também são embarcadas para diversos parques eólicos no Brasil através do Porto do Pecém. No ano passado, a empresa produziu quase duas mil pás, um recorde para a empresa que opera desde 2010 no Complexo do Pecém.

Aeris fabricou uma pá gigante de 74 metros em março para a Vestas, até então, a maior já fabricada pela empresa e embarcada também no Porto do Pecém

Em março de 2020, foi embarcada uma pá de 74 metros, que também exigiu o envolvimento de diversos profissionais, desde a fabricação até o transporte da gigante eólica para o Porto do Pecém.

A pá (ou hélice) também foi produzida pela Aeris Energy, sob encomenda da Vestas, considerada a maior companhia mundial produtora de turbinas de energia eólica e embarcada no navio Erik, que seguiu viagem de aproximadamente dez dias até o porto de Boston, localizado nos Estados Unidos.

Foram investidos aproximadamente R$ 100 milhões em infraestrutura, equipamentos e desenvolvimento de processos com modernas ferramentas de gestão de projetos. Ao longo de quase um ano, mais de 30 profissionais da empresa estiveram envolvidos no processo de fabricação do protótipo do novo produto, finalizado em agosto de 2020.

As pás (ou hélices) dão movimento aos aerogeradores, também conhecidos como turbina eólica ou sistema de geração eólica, equipamentos transformadores da energia do vento em energia elétrica.

Turbinas sem pás da Vortex podem revolucionar usinas eólicas e mudar o mundo da energia renovável

Vortex Bladeless, uma start-up tecnológica com sede na Espanha, está desenvolvendo turbinas de energia eólica que não necessitam de pás (ou hélices). Um dos objetivos é que se consiga utilizar essas turbinas em espaços urbanos e residenciais, onde o impacto de parques ecológicos fosse demasiado grande. Parecida com um “canudo gigante”, segundo seus criadores, ela veio para mudar o mundo da energia renovável.

Turbina sem pás (ou hélices) pode ser o futuro da eólica e da energia renovável. A Vortex Bladeless afirma que a turbina não é um perigo para os padrões de migração de aves, ou para a vida selvagem, especialmente se utilizada em ambientes urbanos. Adicionalmente, afirma que o ruído criado seria numa frequência praticamente indetetável para os seres humanos.

Assista o funcionamento da Turbina Vortex Bladeless

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.
fwefwefwefwefwe