Alta no preço dos combustíveis da Petrobras não impede Repar de bater recorde mensal de venda de gasolina no Paraná e em Santa Catarina; refinaria da estatal entregou 3,7 milhões de m³ do produto às distribuidoras

Flavia Marinho
por
-
15-01-2022 08:43:28
em Petróleo, Óleo e Gás
gasolina - preço - petróleo -gás - refinaria - diesel - etanol - Santa Catarina - paraná Fila de carros para abastecer em posto de gasolina Petrobras

Alta no preço da gasolina não impede a refinara da Petrobras Repar de comercializar, no mês de dezembro, 415,9 mil m³ do combustível

Petrobras informou ontem (14/01), em fato relevante, que a Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), unidade da estatal que fica localizada em Araucária (PR), bateu o recorde mensal de venda de gasolina no mês de dezembro de 2021, quando foram comercializados 415,9 mil m³ do produto nos estados de Paraná e Santa Catarina. O volume superou em 8,4% o recorde anterior, que era de 383,7 mil m³.

Leia também

Disparadas constantes nos preços da gasolina não impediram a Repar de entregar às distribuidoras, ao longo de 2021, o total de 3,7 milhões de m³ de gasolina.

De acordo com o comunicado da Petrobras, ao longo de 2021, a Repar entregou às distribuidoras o total de 3,7 milhões de m³ de gasolina.

Outro recorde alcançado pela Petrobras em dezembro do ano passado foi o de entrega de produtos pelo Oleoduto Paraná-Santa Catarina (Opasc), com 137,8 mil m³. Até então, a melhor marca do poliduto, que atende as bases catarinenses de Guaramirim, Itajaí e Biguaçu, era de 135,4 mil m³.

Com capacidade instalada de processamento de 33 mil m³ de petróleo por dia, o equivalente a aproximadamente 12% da produção nacional de derivados, a Repar atende principalmente os mercados do Paraná, de Santa Catarina, sul de São Paulo e Mato Grosso do Sul. Além da gasolina, os principais produtos da refinaria são o diesel, GLP, óleos combustíveis, querosene de aviação (QAV), asfalto, coque e propeno.

Petrobras atinge recorde histórico de importação de gás natural liquefeito (GNL) com a compra de mais de 40 milhões de metros cúbicos do insumo em um único dia!

A Petrobras informou, na tarde de 12 janeiro, que atingiu em 2021 o recorde histórico de importação de gás natural liquefeito (GNL), com a compra de cerca de 23 milhões de metros cúbicos por dia do insumo. O recorde diário ocorreu em 01 de outubro, com a importação de mais de 40 milhões de metros cúbicos.

No mesmo ano, o gás natural liquefeito representou cerca de 30% do total do portfólio de oferta de gás natural da Petrobras, sendo fundamental para suprir as demandas contratadas pelos seus clientes. Leia a matéria completa aqui.

Publicidade




Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.
fwefwefwefwefwe