Navio quebra-gelo Arktika, a maior e mais potente embarcação do mundo da frota de navios nucleares entra em serviço hoje na Rússia

Valdemar Medeiros
por
-
21-10-2020 12:39:58
em Indústria Naval, Portos e Estaleiros
Navio quebra-gelo Arktika

O navio quebra-gelo nuclear mais poderoso do mundo, Akrtika, entrou em serviço na quarta-feira na cidade de Murmansk, no norte da Rússia.

A bandeira russa foi hasteada no navio na presença do primeiro-ministro Mikhail Mishustin. No início de hoje (21), o governo disse em um comunicado que o primeiro-ministro russo, Mikhail Mishustin, assinou um decreto permitindo que o Arktika entre em operação. “Esta decisão permitirá que o navio quebra-gelo comece nas águas da Rota do Mar do Norte a partir de dezembro de 2020”, diz o comunicado do governo.

Leia também

O maior e mais potente Navio do Mundo

De acordo com o governo, um novo motor com capacidade aumentada será instalado no lado de estibordo do Arktika em 2021.   O Arktika chegou com sucesso à cidade portuária de Murmansk, ao norte, após passar pela fase final de seus testes no mar. Ainda na quarta-feira, uma cerimônia para marcar a entrega do navio da United Shipbuilding Corporation para a Rosatom, a agência nuclear estatal russa, acontecerá.  

O Arktika, uma das classes da frota russa de quebra-gelos do Projeto 22220, será capaz de escoltar caravanas de navios em condições árticas, quebrando até 3 metros de gelo.

Os quebra-gelos são projetados para acompanhar navios que transportam hidrocarbonetos das penínsulas Yamal e Gydan e da plataforma do Mar de Kara para os mercados do Pacífico Asiático.

Testes no Gelo foram realizados recentemente

“Os testes de gelo ainda estão à frente, provavelmente este ano, porque agora os testes de gelo não deram certo, a espessura do gelo era de 1,1 a 1,2 metros. Era fino e solto, o quebra-gelo não recebeu nenhuma resistência ”, diz Shchapin.

Ele acrescenta: “Tentamos encontrar um bloco de gelo de três metros, mas eles não o encontraram”. Shchapin não entrou em detalhes sobre onde encontrar gelo de três metros de espessura. Atualmente, toda a Rota do Mar do Norte ao norte da Sibéria, do Mar de Kara ao Estreito de Bering, é em águas abertas.

A calota polar mais ao norte nunca foi relatada como mais fraca e fina do que este ano. O gelo marinho plurianual só é encontrado atualmente nas águas ao norte do Canadá, Alasca e Groenlândia. Partindo do Estaleiro Báltico em São Petersburgo em 22 de setembro, Arktika navegou direto para o Pólo Norte antes de seguir para o sul e fazer escala em seu novo porto, Murmansk, em 12 de outubro.

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.