Magazine Luiza anuncia expansão de centro de distribuição em Minas Gerais e tem 500 novos empregos abertos

Roberta Souza
por
-
30-07-2021 16:06:32
em Economia, Negócios e Política
Minas Gerais – empregos – Magazine Luiza Centro de Distribuição de Magazine Luiza/ Fonte: FGV CEV

O centro de distribuição fica localizado em Extrema, no estado de Minas Gerais. A expansão do local irá atender às atividades da Netshoes

Está previsto para o mês de setembro o início das atividades da expansão do centro de distribuição do Magazine Luiza em Extrema, no Sul de Minas Gerais. O local será uma extensão da unidade já existente. Segundo o gerente de gestão de pessoas do Magalu, Wiliam Miguel, a operação irá atender às atividades da Netshoes. Cerca de 500 novos empregos no local serão gerados, e algumas vagas já estão abertas. Veja ainda: Estado de Minas Gerais deverá abrir mais de 200 mil empregos com investimentos de mineradora, indústria, e-commerce e mais

A ampliação do centro de distribuição

Wiliam Miguel diz que “atualmente temos uma operação que atende às entregas da Netshoes e outra que atende às entregas da Época Cosméticos. Dessa forma, nossa operação de ampliação do centro de distribuição em Minas Gerais da Netshoes será dividida em dois locais, tendo um centro de distribuição principal e esse novo ‘anexo’”, explica.

A Magazine Luiza não informou o valor do aporte por causa do período de impedimento de divulgação de investimentos pela Bolsa de Valores e por se tratar de uma empresa de capital aberto. A expansão do CD em Minas Gerais ficará a 14 quilômetros do atual de Extrema. Ainda de acordo com Wiliam Miguel, o novo empreendimento vai gerar 500 empregos diretos e cerca de 1.000 indiretos. “A expectativa é que até o fim deste ano outros 300 empregos diretos sejam gerados devido à demanda de fim de ano. Esses 1.000 empregos indiretos em Minas Gerais são de pessoas que estão sendo impactadas apenas pela expansão que já está em execução”, reforça Miguel.

Geração de emprego no estado de Minas Gerais

Com a inauguração prevista para a primeira semana de setembro, a expansão do centro de distribuição vai operar com produtos esportivos. No local, serão distribuídos apenas chuteiras, bolas, materiais para natação, camisetas, bolsas para academias e outras variedades do mundo esportivo. Wiliam Miguel esclarece ainda que a escolha de permanecer em Extrema, no Sul de Minas Gerais, se deu pela logística já instalada no local, além da qualidade de mão de obra e de estar em ponto geográfico estratégico para atendimento na região Sudeste do Brasil.

As oportunidades de emprego abertas no centro de distribuição em Minas Gerais são para áreas operacionais, administrativas, de saúde e segurança. Os interessados podem conferir as vagas disponíveis, bem como os requisitos para se candidatar, no site do Magalu. Veja os cargos disponíveis: analista logístico; assistente logístico; analista lean; analista financeiro / custos; bombeiro civil; inspetor de carga; coordenador de segurança patrimonial; técnico de segurança do trabalho; técnico de enfermagem do trabalho; operador logístico I; operador de empilhadeira; auxiliar de limpeza.

Confira ainda esta notícia: 600 empregos devem ser gerados por mineradora que investirá R$ 859,4 milhões para a produção de lítio de alta pureza em Minas Gerais

A mineradora Sigma Lithium irá realizar investimentos de R$ 859,4 milhões para produzir lítio de alta pureza na divisa entre Araçuaí e Itinga, no Vale do Jequitinhonha, norte de Minas Gerais. A companhia deu início neste mês às obras de terraplenagem da planta de produção e beneficiamento na Grota do Cirilo, em Itinga. Esta será a primeira planta do gênero no país e a expectativa é concluir as obras em 2022, quando iniciará a produção de 220 mil toneladas por ano de concentrado de lítio.

Durante a obra da mineradora no estado de Minas Gerais, cerca de 400 empregos poderão ser gerados, chegando a 6 mil postos de trabalho indiretos, segundo a empresa. A Sigma ainda diz que a operação será 100% digitalizada e automatizada eletronicamente, controlada por um algoritmo. Foram adotadas tecnologias sustentáveis, como recirculação de 100% da água, empilhamento a seco de 100% dos rejeitos (sem uso de barragens) e utilização de 100% de energia renovável.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos
fwefwefwefwefwe