Grupo atacadista tem planos para investir cerca de R$ 700 milhões em projetos para ampliação, em Minas Gerais

Roberta Souza
por
-
29-07-2021 22:43:27
em Economia, Negócios e Política
Minas Gerais – projetos – atacadista Tambasa Atacadista/ Fonte: O TEMPO

Localizada em Contagem, no estado de Minas Gerais, a Tambasa Atacadista anunciou novos projetos para a expansão nos próximos anos

A Tambasa Atacadista, empresa sediada em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais, está desenvolvendo um projeto para a expansão do grupo nos próximos 15 anos. A estimativa inicial do projeto é investir cerca de R$ 700 milhões na construção de galpões que vão ampliar a capacidade de armazenamento dos atuais 100 mil paletes para 400 mil paletes. Veja ainda: Klabin anuncia que irá investir R$ 342 milhões em projetos nos estados de Minas Gerais, Pernambuco, Santa Catarina e outros

Projetos de investimentos da empresa em Minas Gerais

O objetivo da empresa com os investimentos no estado de Minas Gerais, é ampliar a capacidade para o crescimento da empresa, da variedade e quantidade de produtos e do mercado atendido. A Tambasa está em pleno crescimento e deve encerrar o ano com um faturamento de R$ 5 bilhões, ante R$ 4,413 bilhões registrados em 2020.

O projeto de expansão, que contempla a construção de três galpões, será implantado no complexo da empresa em Contagem, estado de Minas Gerais, onde já estão localizados dois galpões. A Tambasa recebeu proposta para investir na Bahia, mas ainda prefere implantar o projeto na RMBH. O início das obras só depende da aprovação de projetos, que já estão há seis meses na Prefeitura de Contagem.

Construção de novos galpões

De acordo com o diretor de Vendas e de TI da Tambasa Atacadista, Alberto Portugal Milward de Azevedo, a construção dos galpões será feita de forma gradual ao longo dos próximos anos e o avanço dependerá do cenário. Alberto diz que estão com um projeto para construção de três galpões em Minas Gerais. Fizeram um planejamento para o futuro da empresa, que será desenvolvido ao longo dos próximos 15 anos, o objetivo é quadruplicar a Tambasa e hoje tem uma capacidade de 100 mil paletes e pretendemos expandir para 400 mil.

Hoje a empresa conta com dois galpões. Um com 60 mil metros quadrados, voltado para produtos inteiros, e o segundo, que é totalmente robotizado, é voltado para produtos fracionados. A capacidade dos dois é de 100 mil paletes. Na primeira etapa das obras do grupo atacadista, serão construídos dois galpões. O primeiro galpão, segundo Portugal, será totalmente inovador. A unidade de armazenamento terá dois pisos com 45 mil metros quadrados cada e uma capacidade total de 100 mil paletes. Cada piso terá 15 metros de altura.

Leia ainda: Estado de Minas Gerais deverá abrir mais de 200 mil empregos com investimentos de mineradora, indústria, e-commerce e mais

A Agência de Promoção de Investimento em Comércio em Minas Gerais divulgou recentemente que o estado pode gerar mais de 200 mil empregos com os investimentos a serem feitos. De acordo com a agência, os investimentos somados superam R$ 129 bilhões, com mais de 225 empresas de 16 nacionalidades distintas, distribuídas em quase 30 setores econômicos diferentes, dentre eles: mineração, indústria, bebidas, e-commerce, energia solar e entre outros.

A mineradora Sigma Lithium irá realizar investimentos de R$ 859,4 milhões para produzir lítio de alta pureza na divisa entre Araçuaí e Itinga, no Vale do Jequitinhonha, norte de Minas Gerais. Já a mineradora SAM – Sul Americana de Metais (SAM), assinou um termo de compromisso que tem como objetivo o acompanhamento das promotorias públicas, do estado de Minas Gerais, no processo de licenciamento ambiental do megaprojeto de exploração de minério de ferro de baixo teor que a multinacional pretende implantar no Norte de Minas.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos
fwefwefwefwefwe