Governo do Rio Grande do Norte libera venda direta de etanol das usinas para os postos de combustíveis; expectativa é que ação reduza o preço para o consumidor

Fábio Lucas
por
-
29-09-2021 00:28:28
em Petróleo, Óleo e Gás
combustível, preço da gasolina, preço do etanol, RN, Rio Grande do Norte (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Governo do estado do RN libera a venda direta do etanol para as usinas do estado com expectativa de redução do preço para o consumidor final

O preço dos combustíveis está afetando duramente o bolso das famílias brasileiras, sendo um dos vilões para a alta da inflação. Pensando em reduzir o impacto do combustível no bolso dos motoristas do estado do Rio Grande do Norte, um decreto autoriza as indústrias que produzem o Etanol Hidratado Combustível a venderem o produto diretamente para os postos de combustíveis. 

Na tarde desta segunda-feira, 27, foi assinado um decreto pela governadora Fátima Bezerra (PT) que libera a comercialização do álcool pelas usinas, da mesma forma que já ocorre com as distribuidoras, diretamente com o varejo.  

combustível, preço da gasolina, preço do etanol, RN, Rio Grande do Norte
Imagem de uma bomba de combustível. Foto: Procon

Quais as vantagens do decreto  

A governadora acredita que com o decreto será ampliada a concorrência, situação que deve gerar uma redução do preço dos combustíveis na bomba de mais de 2,8 mil postos no estado do Rio Grande do Norte. A medida foi publicada nesta terça-feira, dia 28, alterando a legislação do ICMS, sendo o primeiro estado a regulamentar a venda direta. 

Garantia na redução dos preços 

O governo do estado do Rio Grande do Norte quer garantir a redução do preço na bomba por meio da Secretaria Estadual de Tributação (SET-RN). Está sendo adotado na indústria o sistema do crédito presumido: as usinas passarão a ter um crédito presumido de 25% sobre o valor do litro do Etanol repassado. Segundo o “Agora RN”, um total de três usinas produtoras de álcool serão beneficiadas no estado. 

Fátima Bezerra afirmou que o preço dos combustíveis está elevado por conta do governo federal: “É preciso deixar claro que essa explosão no preço dos combustíveis se deve ao Governo Federal. Em 12 meses, o preço subiu em torno de 40% e, nos últimos três anos, não houve nenhum aumento de ICMS no estado. Com essa regulamentação, o Governo do Estado está dando a sua contribuição, atendendo um pedido antigo do setor. Esperamos que efetivamente essa medida possa contribuir para baratear o preço dos combustíveis junto aos consumidores”. 

Tags:
Fábio Lucas
Jornalista brasileiro, amo esportes, notícias e política. Já contribui em diversos outros portais relacionados a esportes, economia e informações regionais.
fwefwefwefwefwe