Governo autoriza a retomada das obras de construção da Usina Nuclear Angra 3, no Rio de Janeiro

Flavia Marinho
por
-
23-07-2020 15:47:18
em Economia, Negócios e Política
Governo autoriza a retomada das obras de construção da Usina Nuclear Angra 3, no Rio de Janeiro Obras da Usina nuclear de Angra 3

Muitos vagas de emprego estão por vir! Para concluir as obras da usina nuclear Angra 3, será necessário contratar muitos profissionais nas áreas de construção civil, montagem eletromecânica, comissionamento e sistemas operacionais

Foi aprovado em 10 de junho e publicado ontem (23/07) em diário oficial da União, o aval concedido pelo ministro da Economia Paulo Guedes que autoriza a retomada das obras de construção da Usina Termonuclear Angra 3, paralisadas desde 2015. Eletronuclear trabalha para garantir que a planta entre em operação em 2026

Leia também

Muitos vagas de emprego estão por vir! Para concluir as obras da usina nuclear Angra 3, será necessário contratar muitos profissionais da área da construção civil (já concluídas em ao menos 67,1%), montagem eletromecânica, comissionamento de equipamentos e sistemas e os testes operacionais

Em 18 de junho, o Partido Popular Socialista (PPS) e da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) questionaram resoluções do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), que autorizavam a retomada das obras da usina nuclear Angra 3, autorizadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) sem aval direto do Congresso Nacional.

Na última sexta-feira (17), a Eletrobras aprovou o adiantamento de 2,5 bilhões de reais à Eletronuclear para retomar obras da usina nuclear Angra 3

No informe, a Eletrobras disse o conselho de administração da empresa aprovou a concessão de adiantamento para futuro aumento de capital (Afac) da subsidiária Eletronuclear, em operação que visa acelerar providências para a retomada das obras da usina nuclear de Angra 3.

De acordo com o comunicado apresentado ao mercado na última sexta-feira, a operação da elétrica com a sua subsidiária de geração nuclear envolverá 1,052 bilhão de reais em 2020 e 2,447 bilhões de reais em 2021.

Usina nuclear: Angra 1, Angra 2 e Angra 3

A primeira usina nuclear brasileira – Angra 1 entrou em operação em 1985, enquanto Angra 2 começou a operar comercialmente em 2001, Já as obras da usina nuclear Angra 3 tiveram início na década de 80 mas permanecem paralisadas desde 2015.

A usina nuclear Angra 3 se tornará a terceira usina da Central Nuclear Almirante Álvaro Alberto (CNAAA). A expectativa é que em operação comercial, a nova unidade tenha potência de 1.405 megawatts, ou seja, energia suficiente para abastecer as cidades de Brasília e Belo Horizonte durante o mesmo período.

Aval do Governo para a retomada das obras da usina nuclear Angra 3

A resolução assinada por Guedes sugere que o plano de construção da usina siga com coordenação de um novo Comitê Interministerial integrado pelo Ministério da Economia, Gabinete de Segurança Institucional (GSI) e Ministério de Minas e Energia. O ato estabelece um prazo de 180 dias – prorrogáveis por igual período a contar de 7 de agosto de 2020 – para realização de novos trabalhos do comitê.

Além disso, o ministro recomenda que o presidente Jair Bolsonaro passe a competência do projeto da CPPI para o CNPE.

A Usina Termonuclear de Angra 3 é um ativo da Eletrobras e, segundo o ato de Guedes, a implementação do modelo para viabilização de continuidade da obra dependerá da “aprovação das suas instâncias decisórias competentes”.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.