Gigante chinesa embarca 4 milhões de painéis solares para empresa brasileira, Aldo Solar, após fechar o maior contrato de geração distribuída no país

Valdemar Medeiros
por
-
09-11-2021 14:37:19
em Energia Renovável, Energia Solar
energia solar - Jinko solar - Aldo solar - painéis solares - placas solares - china - geração distribuída painéis solares de usina solar chinesa – crédito: Reprodução/iBahia

Jinko Solar reafirma acordo com brasileira Aldo Solar e promete investir em 4 milhões de painéis solares, correspondentes a 2 GW em geração distribuída. As placas solares oriundas dessa parceria de mais de 2 anos serão indispensáveis para geração de lucro para ambas as empresas    

Uma das maiores fabricantes de painéis solares do mundo, a Jinko Solar Holding Co. Ltda e a Aldo Solar, maior distribuidora de sistemas de energia solar do Brasil, reafirmaram sua parceria para o próximo ano, assinando o maior contrato de distribuição para geração distribuída fora da China.

Leia também

Acordo entre Jinko Solar e Aldo Solar é um dos maiores já realizados no mercado de geração distribuída

De acordo com o contrato assinado, as fabricantes serão intermediadoras da distribuição de aproximadamente 4 milhões de placas solares, que é equivalente a 2 GW de potência instalada.

O acordo assegura que as revendas e instalações de energia solar no Brasil terá continuidade da comercialização de painéis do grupo Tiger Pro. O CEO da Jinko Solar, Sr. Kangping Chen, relatou que o mercado comercial brasileiro é um dos maiores mercados de geração distribuída da Jinko a nível global.

O contrato de 2 GW para 2022 entre a Jinko Solar e a Aldo Solar, representa fortemente mais um marco para a parceria consolidada de longo prazo entre as duas gigantes, algo que simboliza o crescimento da Jinko Solar em território brasileiro.

Relacionamento sólido entre as gigantes do mercado de energia solar

Aldo Teixeira, fundador e CEO da Aldo Solar, e o Sr. Kangping Chen, CEO da Jinko Solar, formalizam maior acordo de distribuição para Geração Distribuída já assinado pela Jinko Solar fora da China. – crédito: divulgação/Aldo Solar

Kangping Chen, com muita satisfação, relatou que encontrou na Aldo Solar uma parceria leal e condizente com os mesmos valores pregados pela Jinko Solar. O CEO da Jinko fez também um agradecimento à Aldo Solar pela confiança desde o início de sua parceria até o momento atual. O Diretor da Jinko Solar em território italiano e na América Latina, Alberto Cuter, disse que o mercado de geração distribuída está crescendo cada dia mais de forma impressionante no Brasil.

Cuter relatou também sobre a importância de solidificar ainda mais a parceria com a Aldo em 2022, como forma de reformular a matriz energética do país e investir em novos e inovadores modelos de placas solares, além de se manifestar em prol da democracia solar.

Para o diretor, essa nova fase é motivo de orgulho, pois estar cada dia mais presente no mercado brasileiro é uma conquista não somente para a Jinko, mas também para a Aldo, que é parte desse projeto. A estimativa da diretoria da Jinko Solar é que o volume dos negócios em 2022 seja dobrado, principalmente se tratando das operações de geração distribuída.

Novos passos serão dados pelas empresas, a fim de alcançar novos marcos na geração distribuída

A princípio, as empresas pretendem aprimorar a equipe local da unidade fabril, fazendo a contratação de novos funcionários, que possam oferecer melhores serviços à ambas companhias.

O fundador e CEO da Aldo Solar, o Sr. Aldo Teixeira, relatou que após a parceria firmada em 2019, o novo acordo assinado com a Jinko Solar de geração distribuída para 2022 é uma grande prova de que os valores compartilhados entre ambas as empresas, que são líderes em inovação de placas solares e distribuição de energia solar estão em mesma sintonia.

Publicidade




Tags:
Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.