Ford, Honda, Caterpillar, BMW, Apple, Samsung e outros gigantes globais paralisam produção afetados pela crise global de chips

Flavia Marinho
por
-
06-05-2021 09:52:01
em Indústria e Construção Civil
Ford - Honda - Caterpillar - BMW - Apple - Samsung - produção - fábrica Trabalhador em fábrica da Ford / Fonte: Reprodução – Google

As gigantes globais Ford, Honda, Caterpillar, BMW, Apple e Samsung estão no aperto com a crise global de chips após faturarem bilhões com o aumento da demanda por eletrônicos na pandemia

A crise global por falta de chip agrava a cada dia que passa, devido à pandemia, e as gigantes globais nas áreas de tecnologia sofrem consequências, como a Apple e Samsung. Montadoras como Honda, BMW, Ford e Caterpillar também informam cortes de produção e perda de receita, e a indústria mundial pode entrar em colapso.

Leia também

A japonesa Honda informou que vai paralisar sua produção em três fábricas no Japão. A alemã BMW reduzirá turnos em fábricas na Alemanha e na Inglaterra. Já a gigante montadora Ford Motor, que, recentemente, deixou o Brasil, revisou para baixo a previsão de lucro anual, devido à escassez de chips, que deve se estender até o próximo ano.

A multinacional Caterpillar, fabricante máquinas, motores e veículos pesados, também disse que pode não conseguir atender à demanda de maquinas usadas pelos setores de construção e mineração.

“Faca de dois gumes”

As mesmas empresas que faturaram na pandemia, com o aumento da demanda por eletrônicos, que, por conseguinte desencadeou a falta de chips, estão no aperto.

A alta da procura por produtos de tecnologia durante os lockdowns deixou a gigante global Apple de saia justa, e a multinacional tem enfrentado problemas de fornecimento de chip que têm afetado as vendas de iPads e Macs, disse Luca Maestri, diretor financeiro da companhia.

“É uma luta, e você tem que estar em contato diário com os fornecedores. Precisa assegurar que é importante para eles”, disse o diretor-presidente da Nokia, Pekka Lundmark, em entrevista na quinta-feira à Bloomberg Television. “Quando há escassez no mercado, são coisas como o quão importante você é no geral, quão fortes são seus relacionamentos, e como você gerencia as expectativas.”

Em contrapartida, os fabricantes de semicondutores veem os lucros crescerem e vão investir bilhões para expandir capacidade e suprir a alta demanda.

A Qualcomm, maior fabricante de chips para smartphones do mundo, disse que a demanda por aparelhos começa a se recuperar com o retorno à normalidade em alguns mercados que foram paralisados pela pandemia de Covid-19.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.