Estaleiro Ecovix vai gerar cerca de 600 vagas de emprego em Rio Grande

Flavia Marinho
por
-
26-11-2020 12:00:49
em Indústria Naval, Portos e Estaleiros
Estaleiro Ecovix vai gerar cerca de 600 vagas de emprego Com a diversificação das atividades o estaleiro Ecovix, surge um novo suspiro de esperança para o polo naval do Rio Grande, isso vai se traduzir em muitas vagas de emprego na região

Com a diversificação das atividades o estaleiro Ecovix, surge um novo suspiro de esperança para o polo naval do Rio Grande, isso vai se traduzir em muitas vagas de emprego na região

Após o estaleiro Ecovix ter entrado em recuperação judicial em 2016, surge um novo suspiro de esperança para o polo naval do Rio Grande. Para enfrentar a crise no setor, a Ecovix investiu na diversificação das atividades e gerou muitas vagas de emprego ao longo de 2020. Em setembro o estaleiro trabalhou com embarque de gado e sucata

Leia também

As frentes de trabalho vão desde áreas como o desmantelamento de embarcações, a construção e reparação naval e a utilização do local como terminal portuário.

Um grupo empresarial holandês visitou o estaleiro neste mês com interesse de utilizar o local para desmantelar uma embarcação. O fechamento da negociação depende da confirmação de propostas feitas pela Ecovix.

De acordo com a Ecovix o descomissionamento e desmantelamento de embarcações é um mercado com potencial de gerar R$ 90 bilhões nos próximos dez anos, sendo um dos setores mais promissores para o estaleiro.

De acordo com Ricardo Ávila, diretor operacional da Ecovix, nos últimos 18 meses foram desmontadas cerca de 100 mil toneladas de estruturas. “Nos últimos 18 meses, desmontamos mais de 100 mil toneladas de estruturas, o que nos coloca na vanguarda desse tipo de atividade no Brasil”, ressalta Ricardo Ávila, diretor operacional da Ecovix.

O estaleiro Rio Grande vem se dedicando para transformar as instalações em um polo para descomissionar embarcações, especialmente as que tenham infestação por coral-sol, um organismo nocivo aos ecossistemas costeiros brasileiros, que impede os navios e plataformas ancoradas em mar aberto venham à costa para serem desmontadas.

Segundo Ricardo “os primeiros estudos indicam que Rio Grande pode ser um dos portos livres do organismo, dada a salinidade, temperatura e baixo nível de transparência da água.

Os estudos podem abrir caminho para o desmantelamento, no estaleiro, de plataformas na Bacia de Campos que foram desativadas, como a P-7, P-12 e P-15.

Retomada do estaleiro Ecovix em Rio Grande

Ecovix avança diversificando as atividades para habilitar o terminal portuário. Nos últimos três anos, foram movimentadas mais de 120 mil toneladas de mercadorias.

“Estamos avançando de maneira firme na retomada dos negócios, em linha com os esforços e compromissos assumidos na recuperação judicial da companhia. Nesse momento em que a economia começa a se reaquecer após a crise pandêmica, temos grandes oportunidades para gerar desenvolvimento e novos empregos a toda a comunidade da região Sul”, celebra Ricardo Ávila.

Caso ocorra a habilitação, a empresa estima a geração de cerca de 50 vagas de emprego diretos, com expectativa de movimentar 1,5 milhão de toneladas de carga ao ano. A empresa trabalha ainda em processos relacionados à construção e à reparação naval, em parceria com o grupo UTC.

Para 2021, há expectativa de geração de 600 vagas de emprego diretos, somados aos postos de trabalho existentes.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.