Energia solar: Instituto Federal de Santa Catarina irá inaugurar usina fotovoltaica capaz de reduzir conta de luz do Campus em 80%

Roberta Souza
por
-
25-04-2022 07:30:24
em Energia Renovável, Energia Solar
energia solar, usina, Santa Catarina Foto: Reprodução conectaenergiasolar.net / Google Imagens




Com cerca de 370 kWp, nova usina de energia solar de Santa Catarina trará benefícios de sustentabilidade para o Campus do IFSC

No dia 26 de abril, próxima terça-feira, o Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) irá inaugurar a instalação de uma usina de energia solar na cidade de Florianópolis, situada em Santa Catarina. A partir da inauguração, a cidade sulista contará com um sistema fotovoltaico que possui mais de mil placas de captação solar.

Segundo afirmação do Instituto Federal de Santa Catarina, o investimento para inovação em energia renovável, mais especificamente energia solar, é uma iniciativa que tem se tornado cada vez mais popular ao redor do mundo, visto que traz diversos benefícios ao meio ambiente e economia para famílias, empresas e instituições.

De acordo com a matéria de Sofia Pontes escrita para o Canal Solar, o lançamento da nova usina de energia solar de Santa Catarina ocorrerá ao longo do 4º Congresso Internacional de Mobilidade (Mobisul), cujo tema deste ano será “Os desafios e oportunidades da mobilidade sustentável”, visto que é uma questão muito presente nos debates atuais e atrai olhares da mídia e de investidores.

Sobre o projeto e as expectativas da nova usina

Os aparelhos e equipamentos necessários à nova usina de energia solar já estão instalados nas coberturas do campus de Coqueiros e da Reitoria do Instituto Federal de Santa Catarina. Além disso, eles funcionam com aproximadamente 370 quilowatt pico (kWp), o que promete entregar uma geração de energia solar capaz de suprir o consumo de grande parte dos prédios. Conforme o Instituto, espera-se que, com o funcionamento da usina, a conta de energia da Reitoria caia para a metade, enquanto a do campus diminua em até 80%.

Rubipiara Cavalcante Fernandes, professor responsável e fiscal técnico do projeto da nova usina de energia solar de Santa Catarina, afirma: “O sistema net metering vai gerar crédito de energia e pode ser utilizado depois para o que será consumido à noite, que vai vir da rede”.

Voltalia faz comissionamento de seu maior projeto de energia solar com as usinas de Serra do Mel I e Serra do Mel II, localizadas no Rio Grande do Norte

A companhia energética Voltalia anunciou, durante a última terça-feira, (19/04), o comissionamento de seu maior projeto de energia solar em todo o Brasil. Assim, as usinas de Serra do Mel I e Serra do Mel II serão integradas e passarão a se tornar o maior empreendimento da companhia com o foco na expansão da capacidade instalada dentro do estado do Rio Grande do Norte.

A Voltalia é uma companhia do setor energético que foca na produção e novas soluções para o segmento das energias renováveis no Brasil e, agora, anunciou o comissionamento do seu maior projeto de energia solar no país. Assim, com a união das usinas Serra do Mel I e Serra do Mel II, localizadas no Complexo de Serra Branca, no Rio Grande do Norte, a empresa irá deter um empreendimento gigantesco dentro do segmento no estado potiguar. 
O comissionamento das usinas proporcionará a integração técnica, operacional e produtiva dos complexos de energia solar e, ao final do projeto da Voltalia, o empreendimento terá uma capacidade instalada de 320 MW, o que é suficiente para abastecer uma cidade com até 400 mil residências. Assim, esse será o maior dos empreendimentos da empresa no ramo da geração de energia solar em todo o Brasil e, por isso, receberá um foco extra da Voltalia para que o processo ocorra da melhor forma possível. Para saber mais sobre energia solar, clique aqui e leia esta notícia na íntegra.

Sites Parceiros

Publicidade




Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos