Edutech oferta 150 mil vagas para cursos gratuitos online de programação, games e animação

Valdemar Medeiros
por
-
03-03-2021 11:23:26
em Cursos
Edutech - cursos gratuitos - games Cursos gratuitos edutech

Edutech oferta mais de 100 mil vagas em cursos gratuitos envolvendo games e programação

As inscrições para os cursos gratuitos de programação, games e animação, pelo programa Edutech estão abertas até o dia 12 de março. Para se inscrever, os estudantes devem acessar o site da Seed.

Leia também

Edutech dividirá as turmas dos cursos gratuitos

As aulas começam em 22 de março e vão até o fim do ano letivo de 2021. Os cursos são aplicados pela internet, com um professor tutor, responsável por cada turma.

De acordo com a Seed-PR, os cursos são divididos de acordo com as turmas. Veja, abaixo, a distribuição por séries (alunos dos 2º e 3º anos podem escolher entre duas opções de curso):

  • 6º e 7º ano: Games e animações – Nível 1
  • 8º e 9º ano: Games e animações – Nível 2
  • 1º ano: Programação front-end com HTML e CSS
  • 2º ano: Ciência de dados ou desenvolvimento mobile baseado em JavaScript
  • 3º ano: Programação em Java ou programação em Python

Realize a sua inscrição

Para realizar a sua inscrição nos cursos gratuitos de games e programação da Edutech você deve preencher o formulário de inscrição projetado pela instituição e aguardar o retorno da mesma.

CLIQUE AQUI E PREENCHA O FORMULÁRIO!

Ministro afirma que aulas presenciais ainda estão sem data de retorno no PR

O Ministro da Educação, Milton Ribeiro, afirmou ontem em entrevista ao programa A Voz do Brasil, que o governo federal planeja metas para o retorno gradual ao ensino presencial, mas que esse retorno não acontecerá a qualquer preço, e sim com critérios e decisões que respeitem a dimensão continental do Brasil e as diferentes condições sanitárias das regiões. As infoirmações são da Agência Brasil.

“Investimos perto de 250 milhões [em conectividade para escolas públicas]. Vale lembrar que alunos de escola pública que não tem o mesmo acesso à educação de alunos oriundos de escolas particulares são amparados pela lei que regulamenta o acesso às universidades públicas, com reserva de 50% das vagas”, explicou o ministro.

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.