1. Início
  2. / Energia Eólica
  3. / Conheça o potencial da energia eólica offshore, a nova fronteira energética brasileira
Tempo de leitura 3 min de leitura

Conheça o potencial da energia eólica offshore, a nova fronteira energética brasileira

Escrito por Valdemar Medeiros
Publicado em 16/09/2022 às 12:12
Conheça o potencial da energia eólica offshore, a nova fronteira energética brasileira
Foto: ESG sustentabilidade

A energia eólica offshore pode impulsionar o Brasil rumo a um futuro sustentável. Esta fonte de energia em alto mar pode trazer 700 GW de capacidade instalada no país.

O mundo terminou o último ano com uma potência instalada de 57,2 GW de energia eólica em alto mar, e o Brasil ainda não possui empreendimentos deste tipo em funcionamento. Entretanto, é apenas uma questão de tempo para surgirem projetos que mantenham o país em uma das matrizes elétricas mais limpas do mundo, caminhando para uma economia de baixo carbono.

Energia eólica offshore nacional pode ultrapassar os 700 GW

O setor teve 2021 como o melhor ano da história, com 2,1 GW adicionados à rede, três vezes mais se comparado a 2020. Apenas a China foi responsável por 80% dessa expansão. Porém, o potencial da energia eólica offshore brasileira para a geração de energia pode ultrapassar os 700 GW, de acordo com a Empresa de Pesquisas Energéticas (EPE).

Do nordeste ao sul, os projetos de energia em alto mar estão sendo planejados por quase toda a costa nacional. Neste momento, há mais de 170 GW de projetos de energia eólica offshore em análise no Ibama. Para fins de comparação, é quase toda a potência instalada que o país possui para suprir suas demandas energéticas.

A Associação Brasileira de Energia Eólica (Abeeólica) está com pressa para que as diretrizes regulatórias de contratação de energia em alto mar saiam. Segundo Elbia Gannoum, presidente-executiva da entidade, a associação contribui ativamente na estruturação econômica e regulatória para receber os investimentos e acredita que no próximo ano seja possível a realização do primeiro leilão.

Empresas estão de olho no Brasil para expansão do mercado de energia eólica offshore

Os investidores do setor de geração de energia em alto mar vão desde as tradicionais empresas do setor até grandes petroleiras que buscam suprir as demandas de transição energética e diversificar os negócios.

Empresas como Equinor, Neoenergia, Shell, Ocean Wind e muitas outras possuem projetos de energia eólica offshore. A Vestas, empresa que produz aerogeradores, está motivada com o setor e bateu recordes no Brasil com a instalação de 2 GW de entregas de turbinas em terra.

A empresa afirma ver o mercado de energia em alto mar como uma nova frente de negócios no Brasil e já está se preparando para suprir as demandas futuramente.

Energia eólica offshore pode impactar a biodiversidade

Todo esse potencial da energia em alto mar vem com um alerta, tendo em vista que empreendimentos deste tipo não são totalmente conhecidos e podem impactar a biodiversidade marítima e atividades econômicas como a pesca.

Segundo Nicole Oliveira, diretora-executiva do Instituto Internacional Arayara, é necessário rigor e seriedade nos estudos de impacto ambiental e protagonismo social na tomada de decisões, tendo em vista que é uma tecnologia recente no Brasil.

Valdemar Medeiros

Jornalista em formação, especialista na criação de conteúdos com foco em ações de SEO. Escreve sobre Indústria Automotiva, Energias Renováveis e Ciência e Tecnologia

Compartilhar em aplicativos