Início Companhia Weg apresenta boas projeções em eólica para este ano e forte presença no mercado exterior

Companhia Weg apresenta boas projeções em eólica para este ano e forte presença no mercado exterior

22 de fevereiro de 2022 às 11:00
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Weg, mercado, eólica
Foto: Reprodução Google Imagens (via site ESSS)

Embora as perspectivas sejam positivas em eólica, alta dos juros e queda do PIB podem dificultar mercado interno da Weg

No dia 17/02, André Rodrigues, diretor-superintendente administrativo financeiro da Weg (WEGE3), declarou em teleconferência com analistas que o acréscimo de juros e o menor avanço do PIB brasileiro podem afetar produtos de ciclo curto durante o ano, mesmo que as perspectivas do mercado interno sejam boas, principalmente na área eólica. Porém, as melhores previsões para a Weg estão no mercado mundial. “Devemos apresentar mais um ano de receita em virtude da carteira positiva no equipamento de ciclo longo”, disse o diretor.

Leia também:

O site InfoMoney explicou que produtos de ciclo longo são equipamentos elétricos e eletrônicos industriais e aparelhos de geração e distribuição de energia. Já os de ciclo curto são motores elétricos, redutores e equipamentos de automação fabricados pela Weg.

Para André Rodrigues, ainda é cedo para discutir a aceleração do mercado externo, que se encontra melhor que o esperado. Ele mencionou setores de mineração e gás com alta demanda internacional de produtos de ciclo alto. Ainda, também há negociações de equipamentos de transmissão e distribuição de energia, eólica e outras, na América do Norte, e de geração na Europa e na Índia.

Em 1 ano, os investimentos totalizam R$ 1,5 bilhão. Segundo o diretor-superintendente, os recursos serão utilizados em projetos de ampliação da produção, em países como Brasil, China, Estados Unidos, Índia, México e Portugal. 

Weg investe no desenvolvimento de power train elétrico

Outros executivos da Weg afirmaram, no evento com os analistas, que enxergam chances de negócios em armazenamento de energia (eólica ou de outras fontes), negócios digitais e mobilidade elétrica, como power train para veículos pesados e para estações de recarga.

No mercado interno, o setor de geração, transmissão e distribuição de energia (GTD) teve aumento de mais de 60% entre o 4T20 e o 4T21. No externo, o crescimento do 4T21 foi de 33,1% em comparação com o mesmo período de 2020.

A importante área de aerogeradores e demais aparelhos de energia eólica da Weg está no GTD. Conforme o diretor de Finanças e Relações com Investidores da Weg, André Salgueiro, as receitas de energia eólica voltaram no fim do 3T21 e vêm crescendo desde então. De acordo com ele, os pedidos de 2022 estão quase completos.

No contexto exterior, Salgueiro disse que o abastecimento de aerogeradores na Índia está em processo de certificação. Esse é um país com grande potencial de uso da energia eólica nos próximos anos.

 Em relação a equipamentos de energia solar, que também avançaram, a Weg iniciará a comercialização do setor a partir de países latinos.

Pressão nas margens de produtos 

Segundo relatório da Weg, a cadeia de suprimentos global enfrenta desafios e aumento de preços das matérias-primas, que resultaram em diminuição das margens operacionais no último trimestre.

Assim, a margem obtida caiu 1,3 ponto percentual no 4T21 em relação ao 3T21, e 2,9 pontos percentuais em comparação ao 4T20.

Sobre as margens, Rodrigues afirmou que a Weg funciona a longo prazo, mas as questões que trazem pressão na margem seguem iguais: “Aumento de custo e o mix dos produtos, com a volta do eólico tendo mais relevância na receita”. Para ele, o ponto positivo é a aceleração no comércio externo e a restauração dos valores de venda.

“A gente não dá guidance sobre margens, mas continuamos a entregar (a margem) acima da média do mercado. E pelo que já vimos no início de 2022, nós não temos expectativa que a margem do ano apresentará redução adicional do que foi apresentado no fim de 2021”, completou.

Estudo do balanço da Weg

De acordo com o Credit Suisse, é impossível uma maior contração das margens. A matriz de pressão continua sendo a cadeia de recursos e o mix de produtos. 

Entretanto, a grande demanda nos mercados externos, junto do aumento de preços, pode equilibrar esses efeitos. O processo de crescimento permanece, com a empresa se expandindo internacionalmente.

Além disso, o Bradesco BBI analisou que a companhia começou o ano com grandes projetos de GTD. Destacou, também, a previsão de recuperação do mercado externo, o que torna uma boa decisão o ato de acelerar o Capex em 2022, para comportar capacidade conforme a demanda.

“Esperamos que a empresa continue explorando com sucesso suas oportunidades de crescimento nos mercados doméstico e internacional, embora sinalizamos que a falta de investimentos da Weg em tecnologia eólica offshore pode se tornar um gargalo no médio e longo prazo”, afirma o BBI. 

Conheça mais sobre a Weg: WEG – Vídeo institucional

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes