MENU
Menu
Início Com o aumento dos veículos nas estradas, uma transformação silenciosa tem sido essencial para salvar vidas: as barreiras de segurança

Com o aumento dos veículos nas estradas, uma transformação silenciosa tem sido essencial para salvar vidas: as barreiras de segurança

15 de maio de 2024 às 12:45
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
Com o aumento dos veículos nas estradas, uma transformação silenciosa tem sido essencial para salvar vidas: as barreiras de segurança
Imagem: Fórmula Turbo/Divulgação

Avanços em barreiras de segurança e veículos modernos transformam o trânsito em um ambiente mais seguro, reduzindo significativamente as fatalidades nas estradas, mesmo com o aumento do número de motoristas.

Em meio ao crescente número de veículos no trânsito, uma mudança significativa na segurança rodoviária tem feito a diferença: as barreiras de proteção. Enquanto acidentes dramáticos ainda capturam as manchetes, a realidade é que o trânsito está se tornando mais seguro, com uma queda acentuada nas taxas de mortalidade nas últimas décadas. Isso se deve não apenas a uma fiscalização mais rigorosa e à adoção de tecnologias como airbags e freios ABS, mas também aos avanços no design das barreiras rodoviárias.

Originalmente, as barreiras de segurança eram simples e muitas vezes perigosas, mas nos últimos 60 anos, elas evoluíram para sistemas sofisticados que efetivamente dissipam energia durante colisões, reduzindo significativamente as chances de fatalidades.

Artigos recomendados

barreiras modernas são projetadas para rebater veículos de volta para a pista

Hoje, os dispositivos de segurança viária são cuidadosamente testados e regulados por normas como o Manual de Avaliação de Segurança (MASH) nos EUA e o EN1317 na Europa, garantindo que sejam robustos o suficiente para proteger os motoristas em altas velocidades e em impactos severos.

As barreiras modernas são projetadas para rebater veículos de volta para a pista, ao invés de pará-los abruptamente ou permitir que atravessem para o outro lado da via, o que poderia causar acidentes mais graves. Além disso, a adoção de zonas livres seguras ao lado das rodovias permite que os motoristas recuperem o controle do veículo de forma mais segura em caso de saída da pista.

Existem diversos tipos de barreiras, incluindo concreto, metal e cabos

No entanto, implementar uma zona livre ampla nem sempre é viável devido a custos e limitações geográficas, fazendo das barreiras uma necessidade. Existem diversos tipos de barreiras, incluindo concreto, metal e cabos, cada uma com suas especificações e casos de uso adequados. As barreiras de concreto, por exemplo, são comuns em pontes e locais onde não se pode permitir deslocamentos laterais significativos, enquanto as de cabos são ideais para dividir pistas de direções opostas, prevenindo colisões frontais graves.

Esses sistemas não só salvam vidas ao prevenir acidentes graves, mas também reduzem o impacto em colisões inevitáveis, garantindo que mesmo quando os acidentes ocorrem, as chances de sobrevivência são muito maiores. A engenharia por trás dessas barreiras e as regulamentações que as governam continuam a evoluir, garantindo que o trânsito seja um lugar cada vez mais seguro para todos.

Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos comentários
Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR
0
Adoraríamos sua opnião sobre esse assunto, comente!x