Chinesa BYD e Budweiser fecham acordo para compra de 30 caminhões elétricos

Valdemar Medeiros
por
-
19-04-2021 15:43:18
em Logística e Transporte
BYD - chinesa - caminhões - Budweiser caminhões elétricos da BYD – Fonte: BYD china

Para aumentar sua frota, contribuindo de forma sustentável, Budweiser fecha acordo com chinesa BYD para a compra de 30 caminhões elétricos

A Budweiser irá comprar cerca de 30 caminhões elétricos do modelo BYD Q3 para serem usados nas principais cidades chinesas, onde ficam suas cervejarias, em operações logísticas. Para isso, a Budweiser e a chinesa BYD assinaram um acordo estrategista de cooperação. O objetivo é transportar as bebidas, porém com zero emissões de gases, utilizando, no transporte, tecnologia elétrica. Além disso, a BYD e a Budweiser pretendem dar um forte exemplo para outras empresas multinacionais criarem iniciativas e parcerias com foco no meio ambiente e em um desenvolvimento sustentável. 

Leia também

As empresas também pretendem propor um sistema de caminhões “mais verde”, acelerando o processo de criação de indústrias com uma menor emissão de carbono.

BYD se pronuncia sobre a nova parceria

Segundo Adalberto Maluf, Diretor de Marketing, Sustentabilidade e Novos Negócios da BYD Brasil, a chinesa é conhecida globalmente por ofertar projetos que emitem zero poluentes com energias renováveis, alimentando baterias estacionárias, não só de caminhões, mas de outros veículos elétricos. Segundo ele, a chinesa pretende ajudar empresas e governos a reduzirem a poluição.

Vantagem dos caminhões elétricos

A chegada no mercado desses modelos trouxe diversas mudanças positivas, além do baixo impacto ambiental. Um exemplo dessas vantagens é a alta eficiência dos motores dos caminhões elétricos na conversão da energia elétrica em movimento, fazendo com que possa percorrer maiores distâncias com um consumo de energia menor ao longo do percurso.

Essa vantagem contribui muito com aqueles motoristas de carga e gestores de frota, que fazem viagens longas em que não são feitas muitas paradas. Com uma manutenção adequada, é possível manter o aproveitamento por grande parte da vida útil do caminhão.

Mudanças climáticas: caminhões elétricos ‘podem competir com os a diesel’

Fábrica de Caminhões 100% elétricos BYD em Changsha, na China

A visão de que os caminhões pesados movidos à bateria não podem competir com o diesel está sendo contestada por novas pesquisas. Um novo estudo afirma que, se as redes de carregamento rápido forem construídas para caminhões, elas podem superar o diesel em termos de custo.
Com o carregamento rápido, quanto maior o veículo, maior a vantagem do elétrico, afirmam os pesquisadores.


No Reino Unido e em todo o mundo, há uma forte mudança entre os consumidores em relação aos carros elétricos. Os números de março, no Reino Unido, mostram que as vendas de carros elétricos à bateria e híbridos plug-in alcançaram 14% do mercado. Quando se trata de veículos elétricos puros, a Europa Ocidental é o hotspot global, com mais de 700.000 carros movidos a bateria vendidos em 2020.

Sobre as empresas

Os negócios AB Inbev, dona das marcas Budweiser, Stella Artois e da Ambev no Brasil, abrangem cerca de 50 países como uma cervejaria líder mundial, e a área chinesa é onde a empresa tem bastante popularidade.

A Budweiser China começou a utilizar em suas operações os veículos elétricos da montadora chinesa há em 3 anos, para conduzir a mercadoria em Foshan, onde é localizada sua fábrica. Em 2019, a montadora chinesa entregou para a AB Inbev 21 caminhões elétricos, com o objetivo de montar a maior frota desses elétricos na América do Norte.

A montadora chinesa, BYD, é líder global em veículos elétricos e começou o desenvolvimento dos caminhões em 2012, se tornando a primeira montadora a investir em P&D desses veículos, a nível global. Até então, ela já entregou mais de 13.000 caminhões em diversos países como Estados Unidos, Canadá, Brasil e Austrália.

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.