Início Carro elétrico chinês considerado livre de incêndios devido suas baterias de LFP, pegou fogo enquanto carregava

Carro elétrico chinês considerado livre de incêndios devido suas baterias de LFP, pegou fogo enquanto carregava

28 de julho de 2022 às 11:39
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Wuling Hongguang Mini EV pega fogo enquanto carregava - carro elétrico - carro chinês - China
Wuling Hongguang Mini EV – Imagem: Reprodução/HNDNews

Carro elétrico chinês, campeão de vendas, considerado livre de perigos por conta de suas baterias de LFP pegou fogo enquanto carregava. Especialistas descartaram as baterias como geradores do incidente.

O carro elétrico chinês campeão de vendas, Wuling Hongguang Mini EV, ou apenas conhecido como Mini EV, atingiu a posição de veículo mais vendido do setor no país asiático no último ano, ultrapassando até mesmo a poderosa Tesla de Elon Musk. O mini veículo já foi considerado livre de incêndios por conta de suas baterias de LFP que não são propensas a explodir ou incendiar. Entretanto, essa “fama” pode ter sido comprometida no último mês, quando um desses carros elétricos utilizado para test-drive começou a queimar enquanto carregava.

Carro elétrico chinês com baterias LFP teve sua frente consumida pelo incêndio

O acidente aconteceu na China, mais precisamente na cidade de Haikou. Segundo o portal HNDNews, os bombeiros chegaram ao local de forma rápida e o incêndio do carro elétrico chinês foi controlado sem muito esforço, provavelmente, porque as baterias de LFP do carro elétrico não estavam envolvidas no incidente.

Artigos recomendados

Nas fotos divulgadas pela imprensa, é possível notar que o campeão de vendas no setor de carros elétricos da China teve sua frente toda consumida pelo incêndio, já que a porta de carregamento fica situada no centro da grade dianteira do modelo.

Imagem: Reprodução/HNDNews

O lado esquerdo da frente aparenta estar mais comprometido, o que faz com que algumas pessoas e especialistas acreditem que algum componente presente neste lado do carro elétrico chinês possa ser o causador do incidente.

Os bombeiros ainda investigam as possíveis causas do incidente, e analisam se realmente podem descartar o envolvimento das baterias de LFP. Será necessário também voltar a atenção para outros componentes dos carros elétricos que podem ter causado este tipo de acidente.

Wuling Hongguang Mini EV já emplacou mais de 100 mil unidades

O Wuling Hongguang Mini EV, equipado com baterias de LFP, tem capacidade para acomodar até quatro pessoas, medindo 1,49 metros de largura, 2,92 m de comprimento e 1,60 metros de altura. O veículo disponibiliza um ótimo espaço para bagagens quando o banco de trás está livre de passageiros, no total são 741 litros de capacidade.

O veículo se tornou um dos carros elétricos mais vendidos na China, e apesar da concorrência crescente em seu setor, o mini elétrico ainda continua no topo do ranking. De acordo com dados da China Passenger Car Association (CPCA), já foram vendidas cerca de 100 mil unidades durante o primeiro trimestre deste ano.

Incêndios em carros elétricos

Além do carro elétrico chinês, equipado com baterias de LFP, é impossível não lembrar quando um carro elétrico da Tesla, o Model S Branco, pegou fogo na Califórnia no último mês, após ter ficado parado por cerca de três semanas em um ferro-velho.

Antes de incendiar, o veículo já estava muito danificado devido a uma colisão. Quando a equipe da polícia de Sacramento chegou ao local, o veículo elétrico estava totalmente envolvido com chamas, fazendo com que os bombeiros tivessem muita dificuldade para apagar o incêndio.

Quando conseguiam finalmente reduzir o fogo, ele subia novamente devido a uma liberação de gás no compartimento da bateria. Ao lado da equipe do ferro-velho, os bombeiros moveram o Tesla de lado para conseguir acessar o compartimento, situado embaixo do veículo.

Para que o mesmo não acendesse novamente, por conta do calor residual, as equipes desenvolveram um pequeno poço, colocaram o carro dentro e encheram com água, conseguindo acessar o compartimento da bateria.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes