Técnico em automação do Paraná converte seu Chevrolet Celta 2001 em carro elétrico utilizando 500 baterias de notebook

Valdemar Medeiros
por
-
26-04-2022 10:45:55
em Automotivo, Veículos Elétricos
Tecnico-em-automação-do-Paraná - carro elétrico - Chevrolet-Celta-2001 - baterias de notebook Projeto maluco usa motor elétrico industrial que será alimentado por 500 baterias de computador portátil para ser amigo do meio ambiente – imagem: Reprodução/Mobiauto




No Paraná, um técnico em automação transformou seu Chevrolet Celta 2001 comum em um carro elétrico, utilizando apenas baterias de notebook recicladas e um motor industrial de 12,5 cavalos

Com o grande sucesso dos carros elétricos, que estão ganhando cada vez mais espaço no país, a curiosidade sobre eles também aumenta. Infelizmente, por enquanto os preços ainda não são tão acessíveis, e é provável que demore para que os veículos sustentáveis se popularizem por aqui. Uma das saídas é a conversão elétrica que, inclusive, chamou a atenção na última sexta-feira (22) nas redes sociais. Tiago Slaga, técnico em automação do Paraná, transformou um Chevrolet Celta 2001 em carro elétrico. Até então, tudo normal, mas a grande diferença é que o veículo é alimentado por baterias de notebook.

Entenda como surgiu a ideia de utilizar baterias de notebook para conversão do Chevrolet Celta 2001 

Celtinha com baterias de notebook! – Reprodução/Youtube

De acordo com Tiago Slaga, a ideia surgiu depois de assistir alguns projetos de conversão semelhantes na internet. Por atuar com manutenção industrial, Tiago ficou imaginando se seria possível adaptar um motor industrial em um veículo, já que até então não tinha visto nada parecido.

Foi então que decidiu iniciar alguns testes de bancada e verificou a possibilidade de alimentar o motor industrial por meio de baterias de notebook, com o uso de um inversor de frequência.

Era esse o incentivo que o técnico do Paraná precisava para colocar todo o plano em prática. Entretanto, antes de tornar o Chevrolet Celta 2001 um carro elétrico, ele teve que fazer algumas adaptações. De acordo com Slaga, o primeiro passo foi retirar o motor à combustão original para pegar todas as medidas e fazer a flange, que acopla o motor ao câmbio. Esta foi uma parte delicada, pois tudo deveria ficar bem alinhado.

Chevrolet Celta 2001 utiliza quase 500 baterias para mover seu motor de carro elétrico

Na primeira tentativa de fazer o Chevrolet Celta 2001 rodar, o técnico utilizou baterias de chumbo no porta-malas. Funcionou, mas a autonomia ficou muito baixa, cerca de 15 km, além de demorar para carregar.

Foi assim que Thiago aumentou a quantidade de baterias, resolvendo o problema de autonomia, mas o veículo acabou ficando muito pesado. O carro conseguiu rodar 1.000 km com as baterias, mas elas foram perdendo autonomia com o tempo e ficaram inapropriadas para uso. A única solução seriam as baterias de íons de lítio, mas estas são muito caras, inviabilizando o projeto. Foi então que começou a cogitar o uso de células recicladas de baterias de notebook no carro elétrico. Foi basicamente um ano buscando por baterias, desmontando e testando cada célula.

Atualmente, o dono utiliza 455 baterias de notebook e planeja expandir para 500 unidades, o que equivale a 3 mil células para recarga. Estas baterias garantem que o  Chevrolet Celta 2001 consiga rodar até 100 km com uma carga. O motor industrial consegue entregar até 12,5 cavalos de potência, e as baterias levam 10 horas para carregar em uma tomada residencial de 20A.

Perigos do uso das baterias de notebook

De acordo com o engenheiro e especialista em veículos elétricos da Associação Brasileira de Engenharia Automotiva (AEA), Ricardo Takahira, utilizar baterias recicladas ou usadas de notebooks é perigoso.

Apesar de serem iguais no exterior, por dentro suas composições são diferentes e, se passar dos 60º C, há um grande risco de incêndio. Ricardo afirma que as conversões são preocupantes, mas os entusiastas não podem desanimar.

Por isso, é ideal que o dono do projeto utilize os procedimentos e materiais corretos no momento de converter seu veículo em carro elétrico, além de levantar a regularização e documentação do veículo.

Fonte: Mobiauto

Sites Parceiros

Publicidade




Tags:
Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.