Após inaugurar nova planta de energia solar, a empresa com sede na Bélgica, John Cockerill, se prepara para expandir suas atividades em Macaé gerando mais empregos e renda

energia solar - John-Cockerill - Macaé - empregos - Inauguração da planta de energia solar em Macaé – Foto: Jaqueline Carvalho

Expansão de atividades offshore marca nova etapa para Macaé. John Cockerill, empresa com sede na Bélgica é uma das que mais empregam mão de obra macaense. Dos 364 colaboradores de sua base no município, 90% são residentes de Macaé. A empresa tem como política empregar mão de obra genuinamente macaense.

Com a expansão de atividades offshore, devido aos negócios gerados através do estudo e desenvolvimento de projetos de exploração de novas reservas e o trabalho de revitalização dos campos considerados maduros, garante a cidade de Macaé, no Rio de Janeiro, inúmeras perspectivas de investimentos e geração de mais empregos e renda, não apenas no ramo offshore, mas também no de energia solar, graças a nova planta da John Cockerill. Essa expansão dá margem também ao planejamento idealizado pela prefeitura de Macaé, que tem o intuito de apoiar estratégias seguras que tragam garantias de que a cidade não terá apenas desenvolvimento econômico, mas também que haja iniciativas destinadas à sustentabilidade, manutenção e melhoria da qualidade de vida da população de Macaé.

Leia outras notícias relacionadas

Planejamento da John Cockerill para produção de energia solar em Macaé

Na última quinta-feira, 3, durante o momento de solenidade de inauguração da planta de 13 mil metros quadrados que abriga o novo sistema de produção de energia solar que foi instalado pela empresa John Cockerill, situada no Novo Cavaleiros, o prefeito Welberth Rezende relatou que as perspectivas totalmente positivas de Macaé para os próximos anos tem como base a plena confiança das empresas nacionais e internacionais, na chamada ‘Cidade Energia’.

O prefeito de Macaé destacou ainda que é importante identificar a vontade das empresas em colaborar com o ciclo de desenvolvimento da cidade. Welberth afirma que identificar iniciativas que estejam voltadas à sustentabilidade e proteção do meio ambiente é o foco do planejamento da prefeitura, que busca tornar a cidade economicamente mais forte, garantindo a preservação de todo o ecossistema existente em Macaé.

Previsão de expansão das atividades em Macaé

A partir do segundo semestre do ano de 2022, a John Cockerill irá expandir cada vez mais sua participação em Macaé, através da base situada no Novo Cavaleiros, que irá registrar também a produção de 11 locomotivas de 70 toneladas, uma estratégia criada pela empresa, para representar a confiança da companhia em gerar uma série de investimentos frente ao novo cenário de prosperidade regional.

A prefeitura da cidade tem estado bastante otimista diante da perspectiva de crescimento da John Cockerill e abre espaço a outras empresas que queiram investir e gerar empregos para Macaé.

O presidente da Divisão Mundial de Serviços da John Cockerill, Franck Pasqualini, destacou que o Brasil é um país muito importante para o desenvolvimento de estratégias da empresa, além de representar o primeiro desenvolvimento internacional do grupo.

A cidade de Macaé, especificamente, é de extrema importância para a John Cockerill, pelas grandes oportunidades de negócios que costumam surgir. Pasqualini disse ainda que a empresa pretende investir e crescer cada vez mais na cidade carioca.

Empregos na nova planta de geração de energia solar da John Cockerill

Com a instalação do novo sistema de produção de energia solar em Macaé, a planta da John Cockerill se torna 100% sustentável para consumo de energia, garantindo também o aumento da capacidade de produção, diante da futura expansão das atividades da empresa. Quanto mais a empresa expandir, mais empregos serão gerados a cidade.

Publicidade




Tags:
Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.