Início Acordo de livre comércio entre Brasil e Chile entra em vigor e vai trazer lucros bilionários e facilitar o transporte rodoviário entre empresas dos dois países; ABC Cargas já aumentou em 65% os negócios com o exterior

Acordo de livre comércio entre Brasil e Chile entra em vigor e vai trazer lucros bilionários e facilitar o transporte rodoviário entre empresas dos dois países; ABC Cargas já aumentou em 65% os negócios com o exterior

16 de junho de 2022 às 19:33
Compartilhe
Siga-nos no Google News
empresas livre comércio Brasil Chile transporte rodoviário
ABC Cargas é uma das maiores empresas de transporte rodoviário no Brasil e também é beneficiada pelo acordo | Foto: ABC Cargas

O comércio entre Brasil e Chile tem grande destaque devido às movimentações bilionárias que acontecem todo ano

O comércio e distribuição de produtos por meio do transporte rodoviário na América Latina é um ponto muito forte do Brasil que tem sido explorado. Afinal, a requisição desse tipo de serviço tem crescido nos últimos anos e aquecido o setor de transporte rodoviário, especialmente em relação às empresas internacionais do Chile.

Segundo os dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), atrelada ao Ministério da Economia, o Brasil registrou um aumento impressionante de mais 81% nas vendas para o Chile em 2021, equivalendo a mais de US$ 6,99 bilhões. Esse aumento expressivo colocou em evidência ainda maior a importância do acordo de livre comércio entre o Brasil e o Chile, que favorece e desburocratiza as relações, sobretudo em relação ao transporte rodoviário de empresas.

Artigos recomendados

Entenda um pouco mais sobre a importância do acordo de livre-comércio entre o Brasil e o Chile e como isso ajuda as exportações de empresas brasileiras com o vídeo abaixo

Acordo entre os países da América Latina favorece o setor do comércio e do transporte rodoviário | Reprodução — YouTube: SP Negócios

O acordo de livre comércio entre Brasil e Chile foi criado em 2018, ainda no governo de Michel Temer, mas entrou em vigor em janeiro de 2022

Esse acordo entre os países existe desde 2018, quando foi assinado e colocado em prática por Michel Temer, o presidente na época. Ele passou por votações e, em setembro de 2021, foi aprovado pelo Congresso Nacional, passando a vigorar a partir de janeiro de 2022. O acordo é amplo e abrange diversos temas para desburocratizar as relações de comércio entre os dois países da América Latina, especialmente no âmbito do transporte.

O documento é tão completo que traz temas como indicações geográficas, questões sanitárias e fitossanitárias, trâmites aduaneiros, compras realizadas por governos, serviços, tipos de investimentos e questões relacionadas à importação e exportação. Com o vigor desse acordo, as empresas brasileiras têm um caminho aberto e facilitado para fechar negócios com outras companhias do Chile.

O fluxo internacional de bens e serviços, além do transporte rodoviário, será impulsionado com esse acordo

O presidente da ABC Cargas, uma das maiores empresas de transporte rodoviário do Brasil, Danilo Guedes, traz relatos bem otimistas quanto a esse novo acordo no país. Ele aponta que isso vai gerar um grande impulso nos negócios após a pandemia e aproximar a economia dos dois países.

“Além disso, o acordo traz diversos benefícios para as empresas que prestam esse tipo de serviço, como documentação simplificada, e menos barreiras técnicas e sanitárias, já que o documento prevê a criação de regras que autorizam o uso de documentos digitais e muitos outros”.

Danilo Guedes, Presidente da ABC Cargas (2022)

O Chile é o quinto maior destino dos produtos brasileiros, e a facilitação da exportação dos nossos produtos só trará mais lucro às empresas nacionais. Além disso, as mercadorias que vão para lá são as mais diversas, contemplando desde carne bovina e petróleo até automóveis e máquinas mais pesadas. Ou seja, o acordo vem para alimentar ainda mais um mercado que já está em expansão.

O transporte rodoviário vai ser favorecido e vai gerar competitividade às empresas internacionais do Chile

O acordo fechado e em vigor é moderno em termos de determinações. Isso acarreta impactos positivos para o setor de transporte rodoviário, o qual sofria muito com a burocracia e a imposição de altas taxas de exportação.

O transporte rodoviário de cargas sofre muito com a burocratização e lentidão nas fronteiras, e essa facilitação é algo que toda a cadeia logística, exportadores, importadores e operadores logísticos esperavam para avançarem com negociações de maiores serviços no país”

Danilo Guedes, Presidente da ABC Cargas (2022)

Ou seja, com esse novo cenário, as empresas nacionais se verão estimuladas a fechar negócios com o Chile e terão maior competitividade no país com os fornecedores locais. A empresa ABC Cargas teve um aumento de 65% nos negócios internacionais em 2021, e já está atuando para contemplar seus novos contratos com empresas chilenas e fechando contratos favorecidos pelo acordo do Governo Federal.

Relacionados
Mais recentes