Menu
Início Venezuela quer parte da Guiana.

Venezuela quer parte da Guiana.

5 de dezembro de 2023 às 12:04
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
Venezuela, Presidente, Nicolás Maduro, disputa territorial, região do Essequibo, Guiana, colonialismo, petróleo, nacionalismo, Guayana Esequiba, recursos naturais, geopolítica, estratégia, crise, tribunal internacional.
Em um cenário geopolítico já complexo, uma antiga disputa territorial ganha novos contornos. O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, reacendeu

Em um cenário geopolítico já complexo e delicado, uma antiga disputa territorial ganha novos e inesperados contornos. O líder venezuelano, Nicolás Maduro, reacendeu as tensões ao reivindicar soberania sobre a região contestada. A situação promete desafiar ainda mais as relações internacionais.

Uma longa disputa territorial na região do Essequibo, que abrange 159.500 quilômetros quadrados e representa dois terços do território da Guiana, foi reacendida pelo presidente da Venezuela, Nicolás Maduro. A controvérsia remonta ao período colonial, quando Espanha e Grã-Bretanha reivindicavam o território, persistindo após a independência da Venezuela em 1830 e da Guiana em 1966.

Maduro tem invocado um nacionalismo histórico para expressar a pretensão da Venezuela sobre o Essequibo, baseando-se em reivindicações do século XIX. Recentemente, a Venezuela aprovou um referendo popular sobre a anexação do território com 95% de apoio popular. O presidente afirmou: “Demos os primeiros passos de uma nova fase histórica de luta pelo que é nosso e de recuperação do que os libertadores nos deixaram: Guayana Esequiba”.

Artigos recomendados

Além da questão histórica, a região é estrategicamente valiosa devido aos recursos naturais, como petróleo, ouro e minerais, e à sua localização geográfica, que oferece acesso ao Oceano Atlântico. Especialistas apontam que a insistência de Maduro pode ser uma estratégia para fortalecer o sentimento nacionalista na Venezuela, que enfrenta severas crises econômicas e políticas, desviando a atenção do público para uma questão externa e consolidando seu poder interno.

A comunidade internacional tem observado com cautela os desdobramentos dessa disputa, enquanto a Guiana tem buscado soluções diplomáticas, apelando à Organização das Nações Unidas e à Corte Internacional de Justiça em busca de resoluções para o conflito.

Fonte: MoneyTimes


Você quer receber apenas notícias e vagas de emprego do seu interesse? A solução chegou através do app CPG VAGAS E NOTÍCIAS! Se você é pintor, vai receber no seu celular apenas oportunidades neste cargo. E será assim com pedreiro, técnico, engenheiro e etc..... Não perca nada do que acontece no mercado de trabalho e econômico do Brasil, baixe agora o app CPG VAGAS E NOTÍCIAS, disponível para Android e IOS!

APP CPG VAGAS E NOTÍCIAS

Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR
BANNER POPUP CPG VAGAS E NOTICIAS 2 Fechar