O porto de Macaé está mais próximo que nunca de sair do papel: O Tepor recebe licença para instalação da Unidade de Processamento de Gás Natural, autoridades e a população da “cidade do petróleo” comemoram

Valdemar Medeiros
por
-
27-04-2022 12:56:56
em Indústria Naval, Portos e Estaleiros
Porto de Macaé Tepor saiu o prefeito Welbert Rezende anúncia Welbert Rezende traz boas novas sobre o TEPOR: Imagem divulgação




Macaé recebeu nesta segunda-feira (26) a licença de instalação de unidade de gás natural do Terminal Portuário de Macaé (Tepor) do Governo do Estado. A expectativa é que 25 mil empregos sejam gerados com a chegada da UPGN.

O Governo do Rio de Janeiro, por meio do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), entregou nesta terça-feira (26), à Prefeitura de Macaé, a licença para que seja instalada uma Unidade de Processamento de Gás Natural (UPGN) do Terminal Portuário de Macaé (Tepor). Esta etapa cumpre mais uma fase obrigatória do processo de instalação do projeto. De acordo com o governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, o Tepor é uma peça essencial para que o estado se desenvolva, tendo em vista que envolverá atividades portuárias, para atender à crescente demanda de suprimentos da cadeia de petróleo e gás na região Norte Fluminense. 

Unidade de Gás Natural do Tepor terá capacidade de 60 milhões m³/ dia 

Ainda de acordo com Castro, a instalação do terminal em Macaé estima investimentos privados de quase R$ 8 bilhões, além da geração de 5 mil empregos diretos e outros 20 mil indiretos, além da potencial expansão de arrecadação de impostos. Quando estiver finalizado e em operação, a UPGN do Tepor terá capacidade de processamento de 60 milhões de m³ por dia de gás natural.

Vídeo do Prefeito de Macaé, Welbert Resende, sobre a liberação da licença para o TEPOR (26/04/2022)

Vídeo do Prefeito de Macaé, Welbert Resende, sobre a liberação da licença para o TEPOR (26/04/2022) – Reprodução/Youtube

De acordo com Cássio Coelho, secretário de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais, a instalação da UPGN no Terminal Portuário de Macaé é estratégica e será um vetor essencial para a atração de indústrias intensivas de gás natural.

Já segundo Philipe Campello, presidente do Inea, o empreendimento está dentro das exigências de sustentabilidade inerentes a projetos desse porte, associando a conservação da biodiversidade com o desenvolvimento econômico do Rio de Janeiro. A unidade de processamento de gás natural no Tepor em Macaé é mais um passo para a segurança energética e uma grande chance de mostrar que é possível proteger o meio ambiente e impulsionar a atividade de produção quando se usa políticas públicas ambientais de forma técnica e responsável.

Prefeitura de Macaé debate com Firjan sobre obras para desenvolvimento do município

Welberth Rezende, prefeito de Macaé, recebeu em seu gabinete, o presidente da Comissão da Federação das Indústrias do Estado do Rio (Firjan), no dia 19 de abril, Gualter Scheles Junior, para que temas essenciais para o avanço do município fossem tratados.

Entre os assuntos abordados no encontro estiveram a revitalização da atual rodoviária, construção da Estrada de Santa Tereza, a realização da próxima edição da Feira Brasil Offshore, que tem previsão para acontecer em 2023.

Em novembro do ano passado, o prefeito recebeu a notícia de R$ 150 milhões em investimentos do Governo do Estado durante uma visita do secretário estadual de Infraestrutura e Obras, Max Lemos (PROS), que terá foco em obras de infraestrutura do município. Entre os projetos que virão deste aporte estadual estão as obras de drenagem e pavimentação da Estrada de Santa Tereza, e várias outras ações em diversos pontos do município, todas com previsão de início, para o 1º trimestre deste ano.

Conheça o Terminal Portuário de Macaé – TEPOR

O Tepor surgiu como uma peça chave para o desenvolvimento econômico do município. Será um terminal altamente especializado no atendimento da demanda da indústria de apoio às atividades de petróleo e gás com eficiência, além de apresentar soluções para transportes de cargas de outras áreas.

Sua área em terra ocupa 6 milhões de m² e conta com pátios para estocagem e armazéns alfandegados. Estão inclusos um Terminal de Armazenamento de Petróleo, uma futura Planta de Processamento de Gás Natural e também um Terminal de Armazenamento de Combustíveis.

Sites Parceiros

Publicidade




Tags:
Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.