Singapura inaugura uma das maiores usinas de energia solar offshore do mundo com 122.000 painéis solares

Valdemar Medeiros
por
-
15-07-2021 13:05:47
em Energia Renovável
Usina - energia solar - offshore - painéis solares - Singapura usina solar offshore da Singapura – créditos: Umsoplaneta

Devido à falta de espaço em terra, Singapura apresentou uma das maiores usinas de energia solar offshore do mundo que conta com mais de 120.000 painéis solares capazes de gerar 60 MW de energia

Nesta quarta-feira (14), a Singapura apresentou uma das maiores usinas offshore de energia solar do mundo, com um tamanho que equivale a quase 45 quadras de futebol. Foram instalados na usina um total 122.000 painéis solares no reservatório de Tengeh. Os painéis permitirão a produção de eletricidade o suficiente para sustentar cinco estações de tratamento de água de Singapura.

Leia outras noticias relacionadas

Uma usina de energia solar offshore capaz de gerar 60 MW

A área de terreno disponível caracteriza um enorme desafio para o desenvolvimento de projetos de energias sustentáveis, como a energia solar. Por este motivo, surge a ideia de instalar usinas em alto mar ou reservatórios.

Esta usina conta com mais de 120.000 painéis solares, pode gerar até 60 Megawatts de eletricidade e reduzirá a emissão de CO2 equivalente a 7.000 veículos movidos a combustão circulando nas ruas, segundo a Agência de Gestão da Águas da Singapura, e a Sembcorp Industries, sócios do projeto.

Painéis solares podem salvar a mudança climática

Singapura também instalou usinas de energia solar no Estreito de Johor, que o separam da península da Malásia e outras onshore. A cidade-Estado, que é ameaçada pelo aumento do nível de água, causada pelas mudanças climáticas, está ciente da alta necessidade de reduzir as emissões de CO2, mas observadores especialistas consideram os esforços do país um pouco mais retraídos até agora.

O governo de cingapura anunciou em fevereiro deste ano um “Plano Verde”, que prevê a plantação de árvores, o aumento do número de postos de recarga para carros elétricos e a redução de volume de resíduos enviados aos aterros.

Outra estratégia do governo é quadruplicar a produção de energia solar, até alcançar, em 2025, 2% do consumo e em 2030, 3%, o equivalente às necessidades de 350.000 casas por ano.

Outras usinas de energia solar offshore

Em abril, a Tailândia inaugurou uma nova usina fotovoltaica que tem capacidade de gerar energia o suficiente para abastecer uma pequena cidade. A usina foi inaugurada no mês de junho deste ano e recebeu investimentos iniciais de 27 milhões de dólares.

Com a instalação, a Tailândia aumentou sua participação em 37% no setor renovável. A estimativa é que até o ano de 2036, o país aumentará mais 37% de sua participação no mercado. Cada um dos segmentos de painéis solares possui cerca de 130 metros de comprimento e 30 metros de largura.

Tags:
Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.
fwefwefwefwefwe