MENU
Menu
Início Saiba como à Amazônia tem brilhado através da mobilidade elétrica e veículos Elétricos, destacando-se em produção de energia limpa

Saiba como à Amazônia tem brilhado através da mobilidade elétrica e veículos Elétricos, destacando-se em produção de energia limpa

20 de junho de 2023 às 10:38
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
Amazônia mobilidade elétrica veículos elétricos zona franca de Manaus

A maior floresta tropical do mundo se posiciona como terreno fértil para inovações ecológicas na indústria dos veículos elétricos.

A Amazônia, além de ser um símbolo da rica biodiversidade do planeta, está se consolidando como um centro promissor para a mobilidade elétrica. Essa vasta região verde, cheia de riquezas naturais, oferece um universo de possibilidades para a indústria dos veículos elétricos, especialmente em tempos em que os preços dos combustíveis fósseis estão em alta e a sustentabilidade está sendo cada vez mais valorizada.

Ascensão e Crescimento da Mobilidade Elétrica

O ano de 2022 foi um ponto de virada na indústria da mobilidade elétrica no Brasil. Durante esse período, 49.245 veículos elétricos, incluindo modelos híbridos e híbridos plug-in, foram registrados. Esses veículos conquistaram um market share de 2,5% em relação ao total de veículos registrados no país no mesmo período. Isso elevou o total da frota eletrificada do país para 126.504 veículos, um crescimento impressionante de 41% em relação ao ano anterior.

Artigos recomendados

A tendência de crescimento na mobilidade elétrica não se limitou apenas aos carros. As vendas de motocicletas e scooters elétricas também experimentaram um aumento significativo de 346% no último ano. Entre janeiro e maio de 2022, mais de 3.000 motocicletas elétricas foram registradas no Brasil, um crescimento estrondoso de 878% em comparação com o mesmo período de 2021.

“Energia Limpa Alimenta a Produção de Motocicletas na Amazônia”

De acordo com a Abraciclo, as fábricas situadas no Polo Industrial de Manaus produziram 1.413.222 motocicletas em 2022. Isso representa um aumento de 18,2% em relação a 2021 e é o melhor desempenho para o setor desde 2014. As dez maiores fabricantes de motocicletas do país estão localizadas na capital amazonense e são responsáveis por mais de 98% das motocicletas vendidas no Brasil.

Apesar de parecer estranho um boom industrial em plena Floresta Amazônica, a história começa há mais de 50 anos com a Zona Franca de Manaus (ZFM). Criada em 1957 durante a administração de Juscelino Kubitschek, a ZFM tem a finalidade de atrair fábricas para uma região pouco habitada do país, promovendo uma maior integração territorial.

A ZFM concede incentivos fiscais atraentes, como redução ou isenção de impostos e simplificação de processos burocráticos, tornando-se um importante gerador de empregos na região.

O aumento dos veículos elétricos na região é um reflexo natural do que a Amazônia representa. Esse setor representa uma combinação de inovação, sustentabilidade, autonomia e mobilidade urbana, tudo concentrado no coração do Brasil.

À medida que avançamos em direção a um futuro mais sustentável, é imperativo que as políticas nacionais sejam mais ativas no setor de energia limpa. A mobilidade elétrica é o futuro do mercado automotivo sustentável, e o potencial é inquestionável. É um movimento que ninguém gostaria de ficar de fora.

FONTE: *Thiago Freire é sócio-fundador da Boram Eletric Motors 

Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR