Menu
Início Rival da Honda acaba de lançar a MOTO MAIS BARATA para bater de frente com as concorrentes

Rival da Honda acaba de lançar a MOTO MAIS BARATA para bater de frente com as concorrentes

29 de setembro de 2023 às 21:27
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
Rival da Honda acaba de lançar a MOTO MAIS BARATA DO MERCADO para bater de frente com as concorrentes
Foto: Divulgação

Rival da Honda, Suzuki, acaba de lançar no mercado internacional a moto mais barata da sua categoria, que pode entregar até 26,13 cavalos de potência.

Novos modelos de motos elétricas surgem quase todos os dias, deixando todos os entusiastas vidrados em conseguir uma nova, entretanto, o mais novo modelo da Suzuki, rival da Honda, pode impressionar a todos sendo a moto mais barata do mercado na sua categoria. A Suzuki é uma renomada fabricante japonesa de automóveis, motocicletas e motores marítimos.

Moto Suzuki mais barata da sua categoria promete entregar até 26,13 cavalos de potência

A rival da Honda já lançou sua linha Gixxer 250 de 2023, apresentando a nova geração deste modelo global na Austrália. A linha mantém as duas configurações anteriores, uma naked e outra esportiva, competindo com veículos como a Honda CB300R.

Artigos recomendados

A Suzuki Gixxer 250 e a Gixxer 250 SF são duas motos que compartilham a mesma base, se diferenciando principalmente em termos de design. A Gixxer 250 é uma versão naked, enquanto a Gixxer 250 SF conta com carenagens laterais mais proeminentes.

Características das novas motos lançads pela Suzuki

Ambos os modelos são equipados com um motor monocilíndrico de 249 cc, refrigerado a óleo, capaz de entregar 26,13 cavalos de potência a 9.300 rpm e um torque máximo de 2,2 kgfm a 7.300 rpm, combinado com uma caixa de câmbio de seis marchas.

Os veículos contam com garfos dianteiros telescópicos e um monoamortecedor na traseira, além de freios a disco na dianteira e na traseira com sistema ABS. As motos baratas possuem rodas de 17 polegadas, faróis de LED e assentos bipartidos. Além disso, estão equipadas com um painel que oferece conectividade com smartphones.

Moto “barata” da Suzuki custa R$ 3.990

Na Austrália, a rival da Honda definiu os preços da moto mais barata do mercado em 6.490 e 6.790 dólares australianos, respectivamente, o que equivale a aproximadamente R$ 20.400 e R$ 21.300 em conversão direta.

Isso significa que esses veículos chegam ao mercado a um preço mais acessível do que uma de suas rivais estrangeiras, a Honda CB 300 R, que custa cerca de 8.220 dólares, cerca de R$ 25 mil em conversão. Apesar dessas novidades terem chegado ao mercado de fora, é improvável que a linha Suzuki Gixxer 250 seja disponibilizada no Brasil.

A representante da Suzuki no país, o Grupo J. Toledo, optou por focar apenas em motos de alta cilindrada, deixando as opções com menor potência e custo para suas parceiras chinesas, a Haojue e a Zontes.

A moto mais barata do mundo pertence a Suzuki

A Suzuki lançou a sua mais nova moto barata, chamada de GS120, que ganha destaque pelo seu preço acessível de R$ 3.990. Esta moto chega pode ser encontrada no mercado como uma opção econômica para consumidores, oferecendo mobilidade e economia.

A Suzuki GS 120 surgiu com o objetivo de ser um produto utilitário e ter grande volume de vendas, o que a Yes 125 e as GSR 150 não conseguiram.

O modelo se colocou no vácuo de preço da Honda Pop, mas oferecendo vantagens, pois se tratava de uma moto e não motoneta. A GS 120 contava com rodas raiadas e o câmbio é manual rotativo de quatro velocidades, do tipo sequencial, igual aos modelos do estilo cub, como Honda Biz e Yamaha Crypton.

Rival da Honda também foca em motos elétricas

Além do lançamento de sua nova moto barata, em janeiro deste ano, a Suzuki anunciou oficialmente sua estratégia focada em alcançar a neutralidade de carbono em múltiplas regiões ao redor do mundo. Para o Japão e países da Europa, a montadora afirma que planeja atingir essa meta até 2050.

Para a Índia, este objetivo fica um pouco mais longe, em 2070. Até então, a montadora japonesa não realizou nenhum pronunciamento sobre outras regiões, então, inicialmente, não há planos de eletrificação para o mercado nacional. 

Possuir um objetivo global em mente é essencial, entretanto uma empresa que fabricou principalmente modelos movidos a combustíveis poluentes até este ponto deve tomar várias decisões e medidas para alcançar a neutralidade. A Suzuki afirma que trará ao mercado uma moto elétrica alimentada por bateria apenas em meados do ano fiscal de 2024.


Você quer receber apenas notícias e vagas de emprego do seu interesse? A solução chegou através do app CPG VAGAS E NOTÍCIAS! Se você é pintor, vai receber no seu celular apenas oportunidades neste cargo. E será assim com pedreiro, técnico, engenheiro e etc..... Não perca nada do que acontece no mercado de trabalho e econômico do Brasil, baixe agora o app CPG VAGAS E NOTÍCIAS, disponível para Android e IOS!

APP CPG VAGAS E NOTÍCIAS

Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR
BANNER POPUP CPG VAGAS E NOTICIAS 2 Fechar