MENU
Menu
Início Volkswagen e Renault querem pulverizar minicarros elétricos baratinhos; custando bem menos, o novo Mini EV fará a montadora americana Tesla e o chineses BYD tremer!

Volkswagen e Renault querem pulverizar minicarros elétricos baratinhos; custando bem menos, o novo Mini EV fará a montadora americana Tesla e o chineses BYD tremer!

2 de março de 2024 às 19:58
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
volkswagen - polo - polo volkswagen - volkswagen polo - renault - Renault kwid - carros elétricos - kwid -byd - tesla - china - chineses
Volkswagen e Renault prometem o carro certo, pelo preço certo, no lugar certo, na hora certa. O minúsculo elétrico custará menos que o modelo americano Tesla e o chinês BYD

Volkswagen e Renault prometem o carro certo, pelo preço certo, no lugar certo, na hora certa. O minúsculo elétrico custará menos que o modelo americano Tesla e o chinês BYD

Uma notícia choca o mercado automotivo: a Renault e a Volkswagen, estão estão explorando uma parceria inovadora. As conversas entre as duas gigantes automobilísticas visam o desenvolvimento de um mini carro elétrico bem baratinho para o mercado europeu. Revelado no Salão do Automóvel de Genebra, o projeto sinaliza uma mudança revolucionária no setor. Imagine as possibilidades quando duas gigantes se unem com um objetivo comum.

O CEO da Renault, Luca de Meo, compartilhou que negociações promissoras estão em andamento com a Volkswagen. A discussão não se limita a esses dois titãs; outros parceiros podem entrar no jogo, mas o foco está claro: tornar o carro elétrico acessível a todos.

Artigos recomendados

Enquanto a indústria automobilística enfrenta o desafio de produzir veículos elétricos econômicos, essa colaboração promete ser um divisor de águas. A Renault está pronta para liderar, oferecendo sua expertise e capacidade de produção.

Disputa vai acirrar entre os gigantes Volkswagen e Renault contra a Tesla e o fabricante chines BYD, que avançam rapidamente na Europa

A pressão aumenta com o cenário competitivo, onde Tesla e fabricantes chineses BYD avançam rapidamente na Europa. A Renault e a Volkswagen buscam responder a essa competição, focando em carros elétricos baratos. Este esforço conjunto pode redefinir a mobilidade elétrica, tornando-a acessível a um público mais amplo.

De Meo destaca um desafio colossal: produzir carros elétricos baratos, mas lucrativos. No entanto, a Renault não está apenas jogando o jogo; está redefinindo as regras com o novo Twingo elétrico.

Desafio global e estratégias de produção

O mercado de carros elétricos está fervilhando de atividade, mas 2024 trouxe seus próprios desafios. Com incentivos governamentais minguando e uma crescente resistência política, a indústria busca adaptar-se rapidamente. Mesmo a Tesla, líder de mercado, enfrenta turbulências, evidenciando uma necessidade premente de inovação e acessibilidade.

Neste contexto, a estratégia da Renault é clara: cortar custos sem comprometer a qualidade. O objetivo ambicioso é reduzir os custos de produção do Twingo elétrico em 40%. Utilizando baterias mais acessíveis e otimizando o processo de fabricação, a Renault não só pretende competir com os gigantes Tesla e fabricantes chineses, mas também liderar o mercado global de vendas de veículos elétricos.

A Renault olha para o futuro com otimismo, mirando no lançamento do Twingo elétrico em 2026. Com um preço alvo irresistível abaixo de € 20.000, este veículo promete ser um divisor de águas, trazendo a mobilidade elétrica para as massas.

Volkswagen e Renault querem pulverizar carros elétricos baratos e liderar a transição energética no coração da Europa

A potencial colaboração entre Renault e Volkswagen não é apenas sobre fabricar um carro elétrico barato; é sobre liderar a transição energética no coração da Europa. Enquanto a Stellantis lança seu próprio desafiante, um Citroen e-C3 abaixo de € 25.000, a Volkswagen busca não ficar para trás.

A história da indústria automobilística está repleta de colaborações, mas esta entre Renault e Volkswagen pode redefinir o futuro dos transportes urbanos. Com uma abordagem pragmática e inovadora, Luca de Meo está pronto para avançar, com ou sem parceiros adicionais. “Não tenho tempo a perder“, afirma, destacando a urgência e a determinação da Renault em liderar a marcha verde.

Jogada ousada entre as montadoras para enfrentar os concorrentes chineses promete estabelecer um novo padrão em mobilidade sustentável no mundo!

A união da Renault e Volkswagen promete acelerar a adesão global aos veículos elétricos, democratizando o acesso a eles. A visão de Luca de Meo, que coloca a Renault na vanguarda da inovação, é complementada pela busca da Volkswagen por parcerias estratégicas, evidenciando uma abertura para colaboração que transcende fronteiras corporativas.

À medida que avançam nessas negociações, o mundo observa atentamente, antecipando o impacto que uma parceria tão significativa pode ter no panorama global dos veículos elétricos. Esta aliança potencial entre Renault e Volkswagen é uma jogada ousada para enfrentar não apenas os concorrentes chineses, mas também para estabelecer um novo padrão em mobilidade sustentável no mundo.

Inscreva-se
Notificar de
guest
Seus comentários são moderados antes de serem aprovados ou não! Portanto, estão proibidos os seguintes termos: palavras de baixo calão, ofensas de qualquer natureza e proselitismo político. A infração destas regras ocasionará na impossibilidade de comentar e até mesmo exclusão de seu cadastro. Seus comentários, perfil e atividades são vistos por MILHÕES DE PESSOAS, então aproveite esta janela de oportunidades e faça seu cadastro aqui ou faça login com suas redes sociais.
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos comentários
Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR
0
Adoraríamos sua opnião sobre esse assunto, comente!x