Menu
Início Refinaria de petróleo da Noxys Energy será instalada no Pecém

Refinaria de petróleo da Noxys Energy será instalada no Pecém

17 de agosto de 2023 às 08:09
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
Com investimentos robustos, parcerias sólidas e visão estratégica, a refinaria de petróleo da Noxis Energy no Pecém promete não apenas sucesso financeiro, mas também um compromisso sério com um futuro mais limpo e sustentável.
Fonte: Diário do Nordeste

Com investimentos robustos, parcerias sólidas e visão estratégica, a refinaria de petróleo da Noxis Energy no Pecém promete não apenas sucesso financeiro, mas também um compromisso sério com um futuro mais limpo e sustentável.

Na última quinta-feira, (10/08), o Conselho Estadual do Meio Ambiente do Ceará (Coema) deu luz verde ao aguardado licenciamento ambiental para o início das obras da refinaria de petróleo que tomará forma na Zona de Processamento de Exportação (ZPE) do Ceará. Esta notícia se torna ainda mais impactante com a recente declaração de Gabriel Debellian, o CEO da Noxis Energy, a empresa responsável pelo empreendimento. Já na sexta-feira, (11/08), ele compartilhou, via rede social, uma revelação de proporções significativas: a Refinaria do Pecém será não somente uma realidade concreta, mas também um passo crucial em direção à transição energética.

Refinaria de petróleo que será instalada no Pecém será construída mirando a transição energética com produção de metanol e etanol

Debellian, em um comunicado otimista, destacou que a refinaria está destinada a produzir, em um horizonte de curto prazo, um combustível que promete ser a força-motriz da indústria marítima no futuro: o etanol.

Artigos recomendados

Ele ressaltou que o etanol já tem papel relevante na fabricação de biodiesel, o qual é misturado ao diesel convencional, mas enfatizou que a refinaria do Pecém trará algo ainda mais notável.

Contrariando algumas preocupações sobre emissões gasosas, Debellian afirmou de maneira inequívoca que a refinaria não lançará quaisquer gases tóxicos no ambiente. Suas palavras foram diretas:

“O que nossa refinaria emitirá será o CO2, que será capturado e utilizado como matéria-prima na produção de metanol.”

Ele explicou que o metanol resulta da combinação do CO2 com o hidrogênio, oferecendo uma perspectiva ambiciosa sobre a utilização do dióxido de carbono em um contexto industrial benéfico.

O engajamento da Noxis Energy em tecnologias de vanguarda também se evidencia na colaboração estratégica com uma empresa líder global, que deve fornecer a tecnologia necessária para a criação de uma planta de metanol integrada à refinaria.

Tal sinergia reduzirá os custos operacionais e aprimorará a viabilidade financeira de ambas as instalações.

Debellian não economizou detalhes ao destacar as características singulares da usina de metanol projetada.

Ela produzirá três variantes do composto: metanol verde, metanol azul e metanol convencional.

Este empreendimento ecológico usará hidrogênio verde e azul, produzido no Hub de Pecém, para gerar metanol.

Isso promete abrir portas para a exportação desse combustível promissor ou mesmo o abastecimento de embarcações.

A Noxys Energy prevê que as obras da refinaria de petróleo terão investimentos bilionários

Otimista quanto ao cronograma, Debellian previu que a preparação do terreno começará até o final do ano, apoiada pela licença prévia já conquistada.

Embora tenha investido consideravelmente, ele mencionou o orçamento total da refinaria do Pecém, que se estima em US$ 2 bilhões, ou cerca de R$ 10 bilhões.

Esses investidores, segundo ele, estão comprometidos com a seriedade e visam segurança jurídica e operacional, acreditando firmemente no potencial do Ceará e do Pecém.

Maia Júnior, ex-secretário de Desenvolvimento Econômico do Governo do Ceará, enfatizou a importância estratégica da refinaria de Pecém no contexto da transição energética.

Ele ressaltou que a refinaria não apenas abordará os desafios iniciais, mas também desempenhará um papel fundamental na fabricação de metanol, a base dos combustíveis marítimos do futuro.

Destacando também o compromisso com a captura de CO2, resolvendo assim preocupações ambientais.

Júnior adicionou que a etapa subsequente do projeto envolverá a tancagem de amônia, exigindo substituição dos sistemas de tanques do Mucuripe pelos já planejados no Pecém.

Além disso, a exploração industrial da mina de fosfato de Itataia trará ao Ceará uma nova identidade como produtor de fertilizantes.

Júnior previu um futuro brilhante e radiante para o estado, destacando as possibilidades transformadoras que estão por vir.


Você quer receber apenas notícias e vagas de emprego do seu interesse? A solução chegou através do app CPG VAGAS E NOTÍCIAS! Se você é pintor, vai receber no seu celular apenas oportunidades neste cargo. E será assim com pedreiro, técnico, engenheiro e etc..... Não perca nada do que acontece no mercado de trabalho e econômico do Brasil, baixe agora o app CPG VAGAS E NOTÍCIAS, disponível para Android e IOS!

APP CPG VAGAS E NOTÍCIAS

Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR
BANNER POPUP CPG VAGAS E NOTICIAS 2 Fechar