Privatizar parte da Petrobras está nos planos de Bolsonaro

Privatizar parte da Petrobras está nos planos de Bolsonaro

julho 23, 2018 Off Por Paulo Nogueira

Privatizar parte da Petrobras está nos planos de Bolsonaro. Esta não é a primeira vez que o candidato a presidência da república fala sobre o assunto.

A privatização da Petrobras ainda faz parte do discurso de Jair Bolsonaro, candidato à Presidência da República pelo PSL, que foi aclamado neste domingo quando o mesmo afirmou que poderia privatizar parte da Petrobras, mas ressaltou que ainda está avaliando como isso poderia ser feito, caso ele seja eleito até o final deste ano nas eleições presidenciais. “A própria Petrobras, alguns braços você pode privatizar. O miolo, é cedo ainda”, afirmou Bolsonaro a alguns jornalistas. Sendo assim, de acordo com o plano do candidato, a Petrobas poderia continuar com seu principal negócio que é o setor de exploração e produção de petróleo.

“Eu não posso explicar um pouco mais, porque está em fase de elaboração. Parte dela poderia ser privatizada sim, eu não quero avançar aqui em certas coisas que combinei com várias pessoas para me ajudar. E certas revelações só depois de confirmado, para não ter que desfazer lá na frente… praticamente tudo vai estar no plano de governo, não será uma peça de ficção”, afirmou Bolsonaro. A união dos ministérios da Agricultura e de Meio Ambiente faz parte dos seus planos pois ambos representam certos conflitos de interesse em temas específicos. Se depender do candidato, para receber  apoio dos políticos tiver que negociar ministérios, ele está fora. A extinção do Ministério das Cidades está também sob sua intenção.

Vida pessoal

Nasceu na cidade de Campinas, interior do estado de São Paulo, em 21 de março de 1955, filho de Perci Geraldo Bolsonaro e Olinda Bonturi, ambos de ascendência italiana. Foi casado com Rogéria Nantes Nunes Braga, a quem ajudou a eleger vereadora da capital fluminense em 1992 e 1996 e com que teve três filhos: Flávio (deputado estadualfluminense), Carlos (assim como o pai e mãe, vereador da cidade do Rio de Janeiro, o mais jovem do país) e Eduardo. De seu segundo casamento, com Ana Cristina Valle, teve Renan.

Em 2007, conheceu sua atual esposa, Michelle de Paula Firmo Reinaldo, quando ela era secretária parlamentar na Câmara dos Deputados. No período de um ano e dois meses em que despachou com Bolsonaro, ela foi promovida e seu salário quase triplicou. Nove dias após ser contratada, os dois firmaram pacto antenupcial e, dois meses depois, casaram-se no papel. Em 2008, no entanto, Michele teve de ser exonerada após o STF proibir o nepotismo na administração pública. Em 2013, o casal fez uma cerimônia religiosa realizada pelo pastor Silas Malafaia. Com Michelle, o deputado teve a sua primeira filha, Laura. A família mora em um condomínio de luxo na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

Carreira militar

Bolsonaro cursou a Escola Preparatória de Cadetes do Exército e em seguida a Academia Militar das Agulhas Negras, formando-se em 1977. Serviu no 9º Grupo de Artilharia de Campanha, em Nioaque, MS, no período de 1979-81. Após isso, integrou a Brigada de Infantaria Paraquedista, onde se especializou em paraquedismo. Em 1983 formou-se em educação física na Escola de Educação Física do Exército, e tornou-se mestre em saltos pela Brigada. Em 1987, cursou a Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais (EsAO).

Link para o vídeo:

>> https://globoplay.globo.com/v/6889888/ 

[adrotate banner=”15″]