1. Início
  2. / Economia
  3. / Presidente da Petrobras afirma que redução do preço do QAV não é a única solução para a crise das companhias aéreas no Brasil
Tempo de leitura 3 min de leitura

Presidente da Petrobras afirma que redução do preço do QAV não é a única solução para a crise das companhias aéreas no Brasil

Escrito por Bruno Teles
Publicado em 17/05/2023 às 08:00
Presidente da Petrobras afirma que redução do preço do QAV não é a única solução para a crise das companhias aéreas no Brasil
FOTO: distribuição de querosene de aviação

O alto preço das passagens aéreas no Brasil tem sido uma das principais preocupações do setor aéreo e dos consumidores.

E, diante deste cenário, o presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, afirmou em uma entrevista para a CNN Brazil que a redução do preço do querosene de aviação (QAV) não é a única solução para o problema, que vai muito além disso.

De acordo com Prates, a questão do transporte aéreo envolve diversos fatores estruturais, e não apenas o preço do combustível. Embora reconheça que o QAV seja um dos componentes importantes no preço das passagens, ele ressalta que é necessário enfrentar todos os gargalos do setor para tornar as passagens aéreas mais acessíveis à população.

O presidente da Petrobras afirma que, como senador, solicitou ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) que investigasse as empresas aéreas, que são apenas três no País e apresentam horários e preços muito semelhantes.

Essa falta de concorrência no setor aéreo brasileiro pode ser um dos fatores que contribuem para a alta nos preços das passagens.

Prates ainda destacou que a redução de preços anunciada pela Petrobras no dia 16 de novembro não incluiu o querosene de aviação. A gasolina teve uma queda de R$0,40 o litro, enquanto o diesel teve uma redução de R$0,44 o litro e o gás de cozinha de R$0,69 por quilo.

No Brasil, o preço do querosene de aviação tem um reajuste todo primeiro dia do mês e é um dos principais custos das empresas aéreas, correspondendo a cerca de 30% dos gastos totais. Com a redução do QAV, as empresas aéreas poderiam diminuir os preços das passagens, mas, segundo Prates, é necessário enfrentar as questões estruturais do setor para mudar a realidade do transporte aéreo no país.

Em um cenário em que o setor aéreo enfrenta uma crise sem precedentes devido à pandemia da Covid-19, muitas pessoas têm evitado viajar de avião e as empresas aéreas também enfrentam dificuldades financeiras. Nesse sentido, a redução do preço das passagens aéreas poderia ser uma medida importante para incentivar as pessoas a voltarem a voar e para estimular a economia do setor.

Portanto, embora a redução do preço do querosene de aviação possa ajudar a diminuir o custo das passagens aéreas, é necessário enfrentar as questões estruturais do setor, como a concorrência limitada entre as empresas aéreas, para tornar as passagens mais acessíveis aos consumidores brasileiros. No entanto, tanto a redução do preço do QAV quanto a investigação da falta de concorrência no setor aéreo podem ser importantes passos rumo a uma solução para o problema.

Bruno Teles

Falo sobre tecnologia, inovação, petróleo e gás. Atualizo diariamente sobre oportunidades no mercado brasileiro. Sugestão de pauta? Manda no brunotelesredator@gmail.com

Compartilhar em aplicativos