Piauí recebe nova usina de energia eólica após investimentos de R$ 1,5 bilhões

Valdemar Medeiros
por
-
14-03-2021 10:22:42
em Energia Renovável
Usina - energia eólica - Piauí - investimentos Parque de energia eólica – Fonte: Reprodução Google

A usina com investimentos de R$ 1,5 bilhões será capaz de gerar de 400 a 500 Megawatts de energia eólica

Nesta sexta-feira (12), o governador do estado do Piauí, Wellington Dias participou de uma reunião com o secretário de Estado da Mineração, Petróleo e Energias Renováveis, Wilson Brandão e alguns representantes da empresa Celeo Redes Brasil, a reunião teve como pauta a construção e instalação da nova usina de energia eólica no estado e a Celeo Redes Brasil apresentou sua parte dos novos investimentos na geração e transmissão de energia no Piauí.

Leia também

Implantação e investimentos no mercado de energia eólica

A usina será capaz de gerar de 400 a 500 Megawatts de energia eólica e a previsão é que entre em operação até 2024. A usina ficará entre os municípios de Buriti dos Lopes e Bom Princípio do Piauí, no norte do estado. Os investimentos serão de R$ 1,2 a R$ 1,5 bilhões. A contratação de trabalhadores da região será uma prioridade, que impulsionará na geração de mais de 600 empregos.

“Além de cuidar da pandemia, estamos trabalhando a meta da atração de investimentos. A Celeo já participa de um investimento de aproximadamente R$ 1 bilhão com o linhão que vem do Maranhão, passa por Piripiri e vai em direção ao Ceará. Tem o investimento em geração de energia solar em São João do Piauí, com a produção de 200 MW, gerando emprego e, agora, fizeram o anúncio de um novo investimento em duas bases, uma também em São João do Piauí, para 224 MW, e a outra na região de Buriti dos Lopes. A energia limpa é uma prioridade no Piauí e a Celeo é um importante parceiro, vamos continuar gerando emprego e renda, uma meta do PRO Piauí”, afirmou Wellington.

A usina como centro de geração de novos empregos aos piauienses

Segundo Howzembergson de Brito, diretor de Energias Renováveis da Seminper, este projeto ainda está na fase de licenciamento na Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar), mas que já visa sucesso após conclusão das obras.

“O Piauí segue atraindo investimentos em energias e novos projetos serão instalados. Isso já é realidade no nosso estado. Esses investimentos geram emprego e fomentam a economia nas regiões onde são implantados”, frisou Brito.

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.