Home > Sem categoria

PetroRio inova e fará primeiro evento para investidores fora do país

Paulo Nogueira
por
-
23-05-2019 07:11:13
em Sem categoria
PetroRio investidores

A PetroRio inova ao promover no dia 21 de maio um coquetel no Museu de Ciência Natural de Houston, o primeiro da companhia fora do país.

O CEO da PetroRio, Nelson Queiroz Tanure, fará uma apresentação para o público, que será formado por investidores e outros profissionais do setor de óleo e gás onde irá abordar os diferenciais da companhia, sua estratégia de investir em campos maduros e os marcos mais importantes da empresa, como a recente aquisição do campo de Frade.

“Com vasta experiência em campos maduros e M&A no Brasil, a PetroRio vem crescendo e deseja compartilhar o seu conhecimento”, afirma o CEO da PetroRio.

Durante o coquetel, os convidados terão a oportunidade de fazer contatos e de falar sobre investimentos, negócios e inovação no Brasil.

PetroRio registra receita de R$ 139 mi no primeiro trimestre

A PetroRio registrou no primeiro trimestre de 2019 uma receita líquida de R$ 139,4 milhões, com crescimento de 19% em relação aos R$ 117,2 milhões alcançados em igual período de 2018. Como principal destaque operacional no trimestre, a produção de campo de Polvo teve aumento de 55% nessa base de comparação, fruto da campanha de perfuração realizada no ano passado.

O EBITDA, por sua vez, alcançou R$ 54,9 milhões ajustado no primeiro trimestre deste ano – R$ 35,3 milhões, se desconsiderado os efeitos do IFRS 16, o que representa aumento de 200% na rubrica e margem de 25,3% no trimestre.

“Nestes primeiros três meses do ano, concluímos a aquisição do mais importante projeto da companhia desde o início da operação em 2015, reforçando nossa posição como maior operador independente de óleo e gás do Brasil”, afirmou Nelson Queiroz Tanure, CEO da PetroRio.

Fonte: PetroRio

Tags:
Paulo Nogueira
Com formação técnica, atuei no mercado de óleo e gás offshore por alguns anos. Hoje, eu e minha equipe nos dedicamos a levar informações do setor de energia brasileiro e do mundo, sempre com fontes de credibilidade e atualizadas.
fwefwefwefwefwe