Petroleiros iniciam greve geral em 12 estados do país, em refinarias da Petrobras!

Funcionários da Petrobras iniciaram uma greve de 24 horas na madrugada desta sexta-feira, em refinarias e terminais de 12 Estados

Petroleiros dizem que greve atinge 14 refinarias da Petrobrás. Além de mudanças na Previdência e cortes na Educação, os petroleiros protestam contra o que classificam de desmonte da Petrobrás, referindo-se ao Plano de Desinvestimentos da companhia que foi liberado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou a Federação Única de Petroleiros (FUP) em nota.

A Federação Única dos Petroleiros (Fup) atualizou, na manhã desta sexta-feira, 14, os números da greve geral que foi convocada para esta sexta-feira em todo País. Segundo a federação, subiram de nove para 14 as unidades da estatal atingidas pelo movimento, localizadas em 12 Estados, sendo 10 refinarias.

Segundo a entidade, os petroleiros não entraram para trabalhar no turno da zero hora no Terminal Aquaviário de Suape, em Pernambuco, na Termelétrica Aureliano Chaves, em Minas Gerais, na SIX (unidade de processamento de xisto, no Paraná), e na Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados da Bahia.

Na bacia de Campos, a categoria está desde as primeiras horas do dia realizando Operação Padrão nas plataformas, com a execução de todos os procedimentos com o máximo de rigor e critério possível.

Pela manhã, a greve ganhou o reforço dos trabalhadores da Transpetro e das demais unidades do Sistema Petrobras. A categoria também participará dos atos unificados desta sexta, convocados pelas centrais sindicais, nas principais cidades e capitais do País.

Procurada, a Petrobras ainda não se manifestou sobre a greve nesta sexta-feira. Ontem, disse que iria manter o abastecimento normalizado.

No Rio, a previsão é de que haja uma concentração de trabalhadores às 15h na Candelária, no Centro da Cidade, que deve contar com a adesão dos empregados da Eletrobras, que também estão em negociação salarial.

De acordo com o presidente da Associação dos Empregados da Eletrobras (Aeel), Emanuel Mendes, houve adesão de 80% no prédio administrativo da empresa no Centro do Rio, mas a estatal ainda não se pronunciou sobre o assunto. “Só a diretoria entrou”, disse Mendes ao Broadcast.

Na Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) não houve adesão à paralisação, informou a assessoria.

Petrobras recebe oferta superior a US$ 1 bilhão por polos Enchova e Pampo na Bacia de Campos

Sobre Flavia Marinho

Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e experiente na indústria de construção naval. Se você têm uma sugestão de pauta, gostaria de postar vagas de empregos ou anunciar conosco, mandem um e-mail para flavia.marinho@clickpetroleoegas.com.br. OBS: Não contratamos, então não envie currículos! Informações sobre empregabilidade apenas no site.