Petrobras consegue estender o prazo para a venda das refinarias REMAN, LUBNOR e REFAP

Roberta Souza
por
-
05-08-2021 11:37:44
em Refinaria e Termoelétrica
Petrobras – refinaria – Ceará Refinaria Lubnor/ Fonte: Diário do Nordeste

A Petrobras conseguiu estender o prazo para a venda das refinarias localizadas nos estados do Amazonas, Ceará e no Rio Grande do Sul

A Petrobras informou no último dia 30 de julho, que celebrou novo aditivo ao Termo de Compromisso de Cessação (TCC) firmado com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE). O acordo tem como finalidade estender o prazo para que a Petrobras siga com as tratativas para a efetiva conclusão dos processos de negociação e realize a assinatura dos contratos de compra e venda relativos às refinarias REMAN, LUBNOR e REFAP. Tais refinarias ficam localizadas nos estados do Amazonas, Ceará e no Rio Grande do Sul. Veja ainda: Combustíveis – Petrobras diz que novos concorrentes nas refinarias de petróleo podem ajudar na redução do valor aos consumidores

Os planos da Petrobras com as vendas das refinarias

A partir de agora, a Petrobras tem até o fim de outubro para, a partir de um “trabalho mais dirigido”, negociar o empreendimento com potenciais compradores. Os planos da Petrobras incluem as vendas da Lubnor, Refap, SIX, Regap e a Rnest, em um prazo até 30 de outubro. A lista ainda inclui a venda da Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar, no Paraná) até 31 de dezembro.

A grande questão, no entanto, segundo o consultor da área de petróleo e gás, Bruno Iughetti: a Petrobras não teve propostas interessadas na compra dos ativos no último prazo estabelecido, que acabou no sábado, 31 de julho. Bruno diz que realmente, a empresa não confirma nenhum tipo de contato no sentido de propostas de aquisição da Lubnor, tanto que o prazo para a venda era julho e deu deserto o nível de consulta, não deu ninguém.

Venda das refinarias poderá resultar em investimentos na exploração de petróleo e no pré-sal

Segundo Iughetti, a compra da refinaria Lubnor, pode gerar bons resultados à empresa compradora, pois a refinaria no Ceará já produz cerca de 10% de todo o asfalto no País e ainda é a “única empresa no Brasil que produz óleos básicos naftênicos”.

O consultor ainda projetou que a venda da refinaria no Ceará poderá gerar impactos positivos para a própria Petrobras, que estará “mais livre” para investir em projetos relacionados à exploração de petróleo e ao pré-sal. “A venda da Lubnor será muito positiva para a Petrobras na política de recuperação de ativos para investir no pré-sal. A empresa está vendendo ativos que não signifiquem essa atividade-fim. Agora para um mercado como um todo a gente só pode esperar melhoria”, disse Bruno.

Confira também: Refinarias da Petrobras que não serão vendidas receberão investimentos de US$ 300 milhões até em 2025

A Petrobras anunciou que pretende investir cerca de US$ 300 milhões nas refinarias que não estão nos planos de desinvestimentos. O anúncio da estatal foi feito no dia 24 de junho, e os aportes tem como principal objetivo aumentar a eficiência e desempenho dos ativos. As refinarias da Petrobras, que irão receber os investimentos são, Presidente Bernardes, Duque de Caxias, Capuava, Paulínia e Henrique Lage, todas elas distribuídas nos estados de São Paulo e no Rio de Janeiro.

A Petrobras anunciou um programa denominado de RefTOP – Refino de Classe Mundial, que tem como objetivo estar entre as melhores refinarias de petróleo no mundo. Tal programa faz parte do Plano Estratégico 2021-2025 da Petrobras, com aporte de US$ 3,7 bilhões, dos quais US$ 300 milhões serão destinados às refinarias. O programa RefTOP ainda visa posicionar a Petrobras de forma mais competitiva na abertura do mercado das refinarias de petróleo no Brasil. A estatal disse, ainda, que avaliou referências mundiais dos principais indicadores de refino para definir os objetivos do programa.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos
fwefwefwefwefwe