Petrobras atrai alta demanda e levanta 3,5 bilhões de dólares com títulos globais

Flavia Marinho
por
-
29-05-2020 11:57:40
em Petróleo, Óleo e Gás
Petrobras atrai alta demanda e levanta 3,5 bilhões de dólares com títulos globais Petrobras atrai alta demanda e levanta 3,5 bilhões de dólares com títulos globais

Petrobras vê demanda acima do esperado em meio à pandemia de coronavírus; movimento pode abrir porta a outras empresas nacionais

Em meio a pandemia do novo coronavírus, a Petrobras anunciou a precificação de emissão de títulos no exterior no valor de 3,25 bilhões de dólares, por meio da subsidiária Petrobras Global Finance (PGF). Petrobras vai dar acesso aos demais produtores de gás às suas unidades de processamento

Leia Também

Os esforços demonstrados pela Petrobras para adequar suas operações ao impacto do novo coronavírus e à queda no preço do petróleo, assim como o ajuste feito em seu balanço do primeiro trimestre para contabilizar perdas previstas, agradaram o mercado de modo geral.

A emissão de 3,25 bilhões de dólares em bônus da Petrobras realizada ontem (28) deve abrir caminho para outras companhia e bancos do País buscarem recursos no mercado financeiro internacional.

A operação mostrou interesse dos estrangeiros por nomes de peso em meio à necessidade de alocar recursos, enquanto as taxas de juros das grandes economias seguem no chão.

Mesmo com o forte impacto do vírus nos EUA e no Brasil neste momento, a demanda pelos papéis da Petrobras, que superou os 15 bilhões de dólares, surpreendeu.

A cifra acima de 10 bilhões de dólares não era vista há bastante tempo nas captações feitas por emissores brasileiros.

Os títulos possuem o valor de 1,5 bilhão de dólares, com vencimento em 3 de janeiro de 2031, cupom de 5,6% ao ano (aa) e preço de emissão de 99,993%, enquanto o vencimento em 3 de junho de 2050 o valor é de US$ 1,75 bilhão, cupom de 6,75% aa, preço de emissão de 98,110% e rendimento ao investidor de 6,9% aa.

De acordo com a estatal, a subsidiária pretende usar os recursos para fins corporativos. A operação foi conduzida pelo BNP Paribas, Itau BBA, J.P. Morgan, Scotia Capital e SMBC Nikko Securities Americas.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.