Petrobras anuncia investimentos de 27 milhões de reais em projetos voltados para a conservação e recuperação de florestas

Roberta Souza
por
-
07-06-2021 14:05:00
em Economia, Negócios e Política
Petrobras – florestas – projetos Floresta e logo da Petrobras/ Fonte: ISTOÉDINHEIRO

Através do Programa Petrobras Socioambiental, a estatal apoia oito novos projetos voltados para a conservação e recuperação de florestas

A Petrobras deu início, neste ano, ao apoio a oito novos projetos voltados para a conservação e recuperação de florestas e áreas naturais em diversos biomas do país, através do Programa Petrobras Socioambiental. As iniciativas receberão, no total, cerca de R$ 27 milhões até o ano de 2023, que fazem parte da linha de atuação “Clima”, envolvendo o cuidado com florestas e que contempla ainda outros três projetos já apoiados pela maior petroleira do brasil. Veja ainda: Petrobras vende sua participação na Eólica Mangue Seco 2 por 34,2 milhões de reais no Rio Grande do Norte

Iniciativa da Petrobras na conservação e recuperação de florestas

Os novos projetos, que receberão os investimentos da Petrobras, estão sendo desenvolvidos em estados das regiões Nordeste, Norte e Sudeste do país. Esses projetos também se relacionam com o objetivo global declarado pela Assembleia Geral das Nações Unidas da “Década de Restauração de Ecossistemas”, em aumentar esforços para restaurar ecossistemas degradados, criando medidas eficientes para combater a crise climática, alimentar, hídrica e impactos negativos à biodiversidade.

Através da captura de carbono realizado pelas árvores, as iniciativas irão contribuir para evitar emissões de gases de efeito estufa ao longo do seu tempo de atuação. Além disso, os aportes da Petrobras visam promover diversos benefícios sociais e ambientais, como a conservação da biodiversidade, a capacitação de comunidades e a geração de renda pelo suporte às cadeias produtivas locais, à segurança alimentar, ao desenvolvimento de inventários das florestas e à constituição de base de dados.

Projetos voltados para a conservação e recuperação de florestas

No ano passado, os projetos apoiados pela Petrobras voltados à recuperação e conservação de florestas na Amazônia, Mata Atlântica, Cerrado, Caatinga e Pampa registraram, como resultado acumulado, uma contribuição potencial estimada de 870 mil toneladas de CO₂ em fixação de carbono e emissões evitadas, além de 95 mil hectares recuperados ou conservados, 220 nascentes conservadas, 35 milhões de hectares de áreas protegidas, com gestão fortalecida e manejo sustentável, e mais de 960 mil mudas plantadas, dentre outros benefícios.

Distribuídos por vários estados e biomas do país, os projetos apoiados pela Petrobras buscam formas inovadoras de contribuir com a conservação das florestas. Três projetos desenvolvidos em estados do Nordeste são voltados à preservação da Caatinga, único bioma totalmente brasileiro.  Na Amazônia, o projeto da Petrobras “Tradição e Futuro na Amazônia” envolve 12 municípios no oeste do Pará e Mato Grosso e promove a conservação da biodiversidade local e ações de fortalecimento da gestão de mais de 11 milhões de hectares da cobertura vegetal de Amazônia e Cerrado, além de iniciativas com foco na capacitação para a geração de renda para as comunidades envolvidas.

No Rio de Janeiro, o “Sertão Carioca” da Petrobras vai contribuir para a conservação dos recursos naturais de floresta urbana e sua área de amortecimento, que é o trecho de transição no entorno da unidade de conservação do Parque da Pedra Branca e que serve como um filtro para reduzir impactos negativos externos. Já o “Corredor Caipira” da Petrobras tem por objetivo restaurar 45 hectares e a conexão de paisagens por meio de corredores ecológicos em cinco municípios do estado de São Paulo, atuando, também, na criação de corredores de pessoas e instituições, com intuito de conectar conhecimento e políticas públicas socioambientais.

Compromissos ambientais da Petrobras

Em seu Planejamento Estratégico 2021-2025, a Petrobras prevê investir cerca de US$ 1 bilhão em compromissos ambientais, com foco em inovações tecnológicas para descarbonizar as operações, no desenvolvimento de combustíveis mais modernos, sustentáveis e com maior qualidade e no desenvolvimento de competências para o futuro. Os compromissos ambientais fazem parte dos 10 compromissos de sustentabilidade anunciados pela companhia, dos quais seis são relacionados a clima, um é relacionado à água, um à resíduos, um à biodiversidade e um à responsabilidade social, com três pilares: investimentos em projetos socioambientais, programas de direitos humanos e relacionamento comunitário.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos